Beatles to Bowie: Os Anos 60 Revelados!

beatles
The Beatles by Robert Whitaker, 1964 - Robert Whitaker Archive © Robert Whitaker
b_2_b_logo2
Traduzido por Antonio Celso Barbieri

Beatles to Bowie: The 60s Exposed é uma exposição fotográfica que está acontecendo na National Portrait Gallery em Londres. Esta exposição que, começou no dia 15 de Outubro de 2009, ficará aberta ao público até 24 de janeiro do próximo ano.

Trata-se de uma grande mostra que explora através de 150 fotos e outras recordações, as personalidades que lideraram e ajudaram criar nos anos 60 a onda conhecida como “Swinging London”. A idéia é mostrar como o uso de fotos, música e apresentações fizeram destes pop stars os ícones, as lendas deste período.

As grandes mudanças sociais e culturais são refletidas nos estilos musicais e também nas imagens da cena pop fotografadas neste período. A clássica rivalidade entre The Beatles e The Rolling Stones é representada visualmente pelo trabalho de grandes fotógrafos como David Bailey, Gered Mankowitz e Robert Whitaker, fotógrafos estes que ajudaram a criar e efetivar a mudança da imagem destes artistas.

Desde o puro pop, passando pela psicodelia até o nascimento da música progressiva, a exposição Beatles to Bowie explora os dramáticos desenvolvimentos da cultura e música pop e seu impacto que continua vivo na memória ainda hoje.

Comentário do Barbieri

A história da fotografia e dos fotógrafos da cena roqueira brasileira é uma história desconhecida. Na verdade, é uma história cheia de fotógrafos mas, a grande maioria anônimos. Se o leitor conhece álgum fotógrafo que consistentemente documentou o rock brasileiro, envie-nos seu nome e informações à seu respeito para que, possamos resgatar esta memória.

Abaixo, segue um resumo desta exposição mostrando o Swinging London e os anos 60 na Grã-Bretanha. Observe o papel dos fotógrafos, estes ilustres desconhecidos, que nos bastidores, estavam ajudando a criar a imagem de bandas e artistas cuja mística prevalece até hoje.

1960

Com o Reino Unido emergindo da Segunda Guerra Mundial que tinha sido um período economicamente muito difícil, os anos 60 ofereceram um período de forte poder econômico e prosperidade. Com mais dinheiro para gastar e uma nova geração de consumidores adolescentes, a musica pop pode crescer e desenvolver-se. No começo desta década, Cliff Richard foi o mais popular pop star adolescente britânico. Um EP com músicas do seu segundo filme chamado Expresso Bongo e um compacto contendo músicas do filme A Voice in the Wilderness os dois, foram sucesso em Janeiro daquele ano. Anthony Newly, o ator que virou cantor, teve 5 canções no topo das paradas e foi fotografado por Tom Blau para a revista Honey que foi a primeira revista mensal de qualidade para jovens lançada no mesmo ano.

cliff

mirabelle

Cliff Richard ?by Cornel Lucas,
1960?National Portrait Gallery,
London?© Cornel Lucas
Mirabelle, Shadows/Jet Harris
Private Collection
© IPC+ Syndication

Tom Blau também fotografou Adam Faith que primeiramente encontrou sucesso em 1960 com a música What do you want? e, depois, com a orientação de John Barry acabou emplacando mais 10 músicas no topo da parada musical inglesa. ??Na mesma época, os jornais de música New Musical Express e Melody Maker estavam desenvolvendo a iconografia do pop britânico publicando fotos de Bill Francis e Harry Hammond.

As capas dos LPs e EPs (EPs tinham 4 músicas) também incluíam fotos importantes. Para o selo Columbia da gravadora EMI, Angus McBean fez fotos para os 5 primeiros álbuns de Cliff Richards e também para a banda The Shadows. Em Liverpool, um grupo que começou tocando com o nome The Quarrymen terminaria como The Beatles.

1961

1961 mostrou um crescimento do Jazz, marcado pelos sucessos de Acker Bilk, Kenny Ball, Johnny Dankwoth e Cleo Laine. Brian Duffy fotografou um estudo de moda para a edição de primeiro de outubro da revista Vogue chamado Evening looks and all that jazz que, além conter fotos dos grandes do jazz daquele momento, incluía fotos dos pop stars da banda The Shadows com a modelo Ros Watkins.

Para a edição de 15 de setembro da Vogue, David Bailey fotografou a modelo Jean Shrimpton com celebridades incluindo The Temperance Seven.

danny

helen

Danny Williams
by Angus McBean, 1961
EMI Records
© EMI Records
Helen Shapiro on the cover of Woman's Mirror
2 December 1961
Fleetway Publications Private Collection
© IPC+ Syndication

David Bailey, Brian Duffye e Terence Donovan foram os 3 fotógrafos que ajudaram a capturar e criar o visual do Swinging London dos anos 60. Eles não só redefiniram a estética fotográfica mas também o lugar do fotógrafo dentro da industria.

Petula Clark foi fotografada por Tom Blau depois do seu primeiro sucesso com a música Sailor. Enquanto isto, Billy Fury conseguiu que 3 músicas, incluindo Halfway to Paradise, ficassem entre as 10 mais da parada de sucessos. Helen Shapiro com apenas 15 anos de idade causou o maior impacto com as músicas You don’t Know e Walkin’ Back to Happiness, as duas chegando ao número 1 na Inglaterra. Ela foi fotografada por Angus McBean numa sessão que produziria a capa para o álbum lançado no próximo ano.

1962

O ano começou com a música The Young Ones, título do terceiro filme de Cliff Richard e uma das únicas 4 músicas que conseguiu na história a proeza de entrar diretamente no primeiro lugar da parada de sucessos. Quando Dezo Hoffman, que trabalhava com a imprensa pop incluindo Melody Maker e Record Mirror, fotografou Cliff Richard, em 1962, com a banda The Shadows, a foto foi parte de uma série usada para fazer publicidade dos amplificadores Vox.

mike

ATV

Mike Sarne, Camden Town by Brian Duffy, 1962
Duffy Archive
© Duffy Archive
ATV’s Television Show Book, 1962
Helen Shapiro and John Leyton
Private Collection
© ATV
A revista Town marcou o sucesso de Mike Sarne com sua música Come Outside chamando o fotógrafo Brian Duffy para fazer com Mike uma sessão fotográfica de moda masculina. O cantor é mostrado perto do bairro de Camden Town e perto do Roundhouse numa série de fotos onde ele usa o recurso de exposições múltiplas. Com a direção de Joe Meek a banda The Tornados tornou-se no primeiro grupo britânico a conseguir emplacar, ao mesmo tempo, no primeiro lugar da parada de sucessos Britânica e Norte Americana. Eles conseguiram esta façanha com uma música inspirada no lançamento do satélite de comunicações Telstar.

Em novembro e dezembro, The Beatles tocou os últimos shows da sua estada no Star Club em Hamburgo, na Alemanha. Durante uma viagem, a fotografa Astrid Kirchherr fez uma série de fotos do grupo incluindo Ringo Starr que tinha substituído recentemente o baterista Pete Best.

1963

Este foi o ano que The Beatles e o Mersey Sound conquistaram a Grã-Bretanha. Muitos estudiosos do assunto acreditam que as fotos de Fiona Adams mostrando The Beatles pulando definiram o primeiro visual da banda. Muito embora Fiona Adams nunca tenha sido creditada, ela ficou muito famosa pelo subseqüente uso da sua foto na capa do EP Twist and Shout lançado em julho de 1963. Outro momento importante ficou documentado fotograficamente quando Michael Ward foi enviado pela revista Honey para Liverpool para fotografar um dia na vida dos Beatles.

beatles63

nme

The Beatles by Fiona Adams, 1963
Private Collection
© Fiona Adams
Front cover of New Musical Express, 22 February 1963
New Musical Express Ltd./IPC Private Collection
© IPC+ Syndication

Os primeiros 3 compactos da banda Gerry and The Pacemakers alcançaram em 1963 o número um nas paradas e, novamente Fiona Adams fez em Liverpool várias fotos dos Beatles em ação. O empresário Brian Epstein, por sua vez, escolheu o fotógrafo Lewis Morley para fotografá-lo com a banda The Fourmost do lado de fora do teatro London Palladium.

Cliff Richard e The Shadows tinham começado o ano com seu filme Summer Holiday de onde lançaram a música título nas paradas. Cliff Richard tinha mudado, com sua família, para uma residência muito elegante em Nazeing na região de Essex o que resultou uma sessão fotográfica muito bem coreografada por John Pratt.

1964

Em 1964 The Beatles alcançou o sucesso do outro lado do Atlântico, principalmente nos Estados Unidos. Em 10 de janeiro, pouco antes da primeira turnê Norte Americana, I Want To Hold Your Hand já tinha vendido 1 milhão de cópias. Durante a turnê Australiana The Beatles conheceram Robert Whitaker que, foi convidado por Brian Epstein para vir para a Grã-Bretanha para ser o fotógrafo oficial da banda.

stones

daveclark

The Rolling Stones with Pattie Boyd by John French, 1964
Victoria and Albert Museum
© V&A Images/Victoria and Albert Museum, London
The Dave Clark Five on the cover of Fabulous
29 February 1964
Photograph by Bill Francis
Fleetway Publications Private Collection © IPC+ Syndication

A revista Woman’s Own pediu para John French fotografar uma história de moda combinando grupos pop incluindo The Dave Clark Five, Peter and Gordon e The Rolling Stones com as top modelos Debbie Condon, Grace Coddington, Tania Mallet e Pattie Boyd. O jornal The Sunday Mirror colocou junto a maior parte das jovens cantoras que tinha tido alcançado, naquele ano, sucesso nas paradas e comissionou John French para fotografar o Million Pound Poppets.?? David Bailley fez duas das suas mais importantes pop fotos este ano. Ele fotografou, no dia 30 de setembro, The Rolling Stones, arranjando os cinco membros da banda numa composição quadrada para caber na capa de um LP e, sua foto do Mick Jagger usando um gorro de pele tomada em dezembro acabaria tornando-se a imagem de capa da sua publicação seminal chamada Box of Pin-Ups (1965).

1965

Em 1965, Gered Mankowitz foi convidado por Andrew Loog Oldham para tirar uma série de fotos do The Rolling Stones e, pelos próximos dois anos acabaria sendo o fotógrafo oficial da banda. A primeira sessão fotográfica forneceu imagens para o programa e publicidade da sua turnê Norte Americana chamada Satisfaction, para a capa do seu terceiro álbum chamado Out Of Our Heads (09/1965) e também para a capa do compacto Get Off Of My Cloud (10/1965).

thewho

cilla

The Who by Tony Frank, 1965
Tony Frank
© Tony Frank
Cilla Black, Dusty Springfield, Lulu and Sandie Shaw in Fabulous
Fleetway Publications Private Collection
© IPC+ Syndication

Desde as roupas “ultra-Mod” da banda The Small Faces até as mini-saias pregueadas da Cilla Black passando pelos vestidos longos criados por Caroline Charles para Petula Clark, a moda esteve infiltrada na fotografia pop. A revista Fabulous (02/10/65) tinha uma loja de moda na famosa Carnaby Street onde trabalhavam David Bowie (na época Davie Jones) com a modelo Jeanette (Jan de Souza). As roupas inspiradas na Pop Art da banda The Who foram capturadas pelo fotógrafo Tony Frank usando os trilhos da estação de Wembley Park.

Filmes contemporâneos e arte também influenciaram a cena pop. Robert Whitaker fez um filme chamado Verité Pose onde, Gerry Marsden apareceu sozinho, sem sua banda The Pacemakers, do lado de fora da casa em Liverpool onde, ele viveu quando era criança. Já em Londres o fotógrafo convenceu a banda The Beatles à criar “arte-destrutiva” com a ajuda do artista performático Stuart Brisley.

1966

Algumas das melhores fotografias dos anos 60 foram comissionadas para ilustrar os novos suplementos coloridos produzidos para as edições dos jornais de domingo. Em 1966, Colin Jones, um fotógrafo do jornal Observer, fez uma sessão fotográfica com a banda The Who usando uma bandeira Inglesa (Union Jack) emprestada. Estas fotos tornaram-se uns dos registros clássicos, legendários, deste período.

yardbirds

thewhocover

The Yardbirds, Ormond Yard, London
by Gered Mankowitz, 1966
Private Collectio
© Bowstir Ltd 2009/Mankowitz.com
The Who in Fabulous 208
22 January 1966
Fleetway Publications
Private Collection
© IPC+ Syndication

O fotógrafo de moda e retratos Cecil Beaton registrou à cores e branco e preto imagens da banda The Walker Brothers, um trio Norte Americano que encontrou a fama na Inglaterra. Gere Mankowitz fez um estudo da banda The Spencer Davies Group iluminado por de baixo pela luz de velas e levou a banda The Yardbirds fora do estúdio perto de Ormond Yard para compor imagens contendo formas geométricas.

Uma das grandes fotos de imprensa da época foi feita pelo fotógrafo Douglas Eatwell que, estava cobrindo a coletiva com a imprensa dada por Bod Dylan durante a sua turnê britânica. Barry Feinstein o fotógrafo oficial da turnê que tinha criado a famosa foto para a capa do álbum The Times They Are A-Changin capturou Bob Dylan experimentando sapatos numa loja em Carnaby Street cujas paredes eram forradas com fotografia pop.

1967

O ano de 1967 foi um ano de rebeldia e experimentação. Ele começou no dia 13 de janeiro com The Rolling Stones lançando Let’s Spend The Night Together seguido do seu álbum Between the Buttons onde Gered Mankowitz deliberadamente criou uma neblina na foto da banda. The Beatles lançou o álbum Sgt Pepper’s Lonely Hearts Club Band com sua capa complexa resultado da colaboração dos artistas pop Peter Blake e Jann Haworth.

hendrix

jean

Jimi Hendrix
by Fiona Adams, 1967
Private Collection
© Fiona Adams
Jean Shrimpton and Paul Jones on the cover of Petticoat
18 February 1967
IPC
Private Collection
© IPC+ Syndication

Pink Floyd lançou seu primeiro álbum The Piper at the Gates of Dawn onde o fotógrafo Vic Singh usou as recém lançadas lentes prismáticas para criar a famosa capa. Fiona Adams assistiu, em janeiro de 1967, Jimi Hendrix apresentando-se no Clube Bag O’Nails e mais tarde tirou muitas fotos para a revista Fabulous enquanto que o fotógrafo Bruce Fleming capturou Jimi Hendrix Experience para a capa do seu primeiro álbum chamado Are You Experienced lançado em maio daquele ano.

No começo do ano Tom Jones tinha chegado ao topo das paradas com a música The Green, Green Grass of Home e, Engelbert Humperdinck tinha alcançado dois primeiro lugares com as músicas Release Me e The Last Waltz.

1968

A televisão trouxe para as salas a cobertura de acontecimentos violentos como o assassinato de Robert Kennedy e os horrores da guerra do Vietnam. Uma onda de protesto e dissidência tomou conta da Europa especialmente na França. Em Londres aconteceu o que ficou conhecido com “a batalha de Grosvenor Square” durante uma passeata de protesto até a embaixada Norte Americana. Tanto The Beatles como The Rolling Stones reagiram compondo canções que refletiam os acontecimentos internacionais.

jaggerpallenberg

peter

Mick Jagger and Anita Pallenberg on the set of Performance
by Cecil Beaton, 1968
Private Collection
© The Cecil Beaton Studio Archive at Sotheby's
Peter Frampton on the cover of Rave, January 1968
George Newnes Ltd. IPC
Private Collection

A banda The Rolling Stones lançou no dia 24 de maio o compacto Jumpin’ Jack Flash usando uma foto do David Bailley na capa. Este lançamento colocou a banda no primeiro lugar das paradas. O último primeiro lugar tinha acontecido com o lançamento de Paint It Black em maio de 1966. O grupo terminou o ano com o lançamento, depois de muito atraso, do álbum Beggar’s Banquet que retrata na foto interna de Michael Joseph uma cena de alta decadência.

The Beatles, por sua vez, passaram a maior parte do ano gravando 30 músicas que ficariam conhecidas como o White Album. No meio das gravações, a banda passou uma tarde de verão sendo fotografados em Londres, por vários fotógrafos, entre eles o conhecido fotógrafo de guerra Don McCullin. As fotos aconteceram em sete lugares previamente arranjados incluindo Notting Hill Gate, Old Street, Highgate e na casa do Paul McCartney em St John’s Wood.

1969

Cabelo comprido, sexo e nudez e casamento foram alguns dos elementos chaves que ajudaram definir os aspectos do pop de 1969. Em março David Bailaey fotografou Jane Birkin nua. Em outubro, juntamente com seu amante Serge Gainsbourg, ela alcançou o topo das paradas com o dueto Je T’Aime... Moi Non Plus. Mas, os anos 60 ficou amargo com a morte, ligada à drogas, de Brian Jones, um assassinato no concerto da banda The Rolling Stones em Altamont na California e, a contínua matança na guerra do Vietnam.

david69

David Bowie by David Bebbington, 1969
David H. Bebbington
© David Bebbington/Retna Pictures
© IPC+ Syndication

The Beatles deram adeus com seu último álbum Abbey Road. A capa, uma foto de Iain Macmillan mostra a banda caminhando para longe do estúdio onde, muito da sua fama tinha sido forjada. Enquanto isto a banda Pink Floyd continuou na construção do seu sucesso com um álbum de música progressiva e eletrônica chamado Ummagumma cuja capa foi criada pelo fotógrafo Storm Thorgerson.

O sucesso da missão Apolo 11 com a descida do homem na Lua inspirou David Bowie que conseguiu, em setembro, o seu primeiro sucesso, ficando entre os 10 mais da parada de sucesso com a música Space Oddity. Ele apareceu, em fotos de David Bebbington, na imprensa, em publicidades glorificando um instrumento chamado Stylophone Beat Box e também usando, na casa do escultor Dante Leonelli, uma roupa de astronauta.

david_bowie
David Bowie by David Wedgbury, 1966 - National Portrait Gallery, London © National Portrait Gallery, London

Articles View Hits
7844117

We have 610 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro