— Até o Golbery queria saber o que o Glauber estava dizendo

— Até o Golbery queria saber o que o Glauber estava dizendo
(Quim Andrade depoimento a Mário Pacheco)

 

O cinéfilo Lácio Urias, deu o toque: — Você precisa conhecer o Quim Andrade, o primo-irmão do Glauber e produtor executivo de A idade da Terra...

Talvez o Glauber tenha até ajudado na Abertura, foi uma coisa que o Jango tinha falado, e aí o grande problema do Glauber com o Miguel Arraes.. Essa reunião que eles tiveram lá na Europa, eles tinham tirado uma posição de apoiar essa abertura lenta e gradual, e como o Glauber saiu na frente e deu aquela entrevista e não foi bem recebida no Brasil, eles recuaram, o Gabeira, o Miguel Arraes e o Glauber ficaram sozinhos. Então ele não podia recuar mais no que havia dito, e ele passou a agir dessa forma, a botar na boca dos militares as coisas que ele queria que os militares fizessem.

E inclusive para tentar se livrar da situação em que ele caiu, se os militares não fizessem a Abertura, o Glauber estava lascado, ele teria sido... Glauber tinha de lutar por essa Abertura, então ele teve de passar para o lado dos militares para obrigá-los a abrirem para ele poder respirar. Para ele não ser um traidor, ele teve de vestir a camisa de uma luta especial, tendo sido colocado nela pelo Miguel Arraes e o pessoal que saiu fora, e ele teve que ir e tocar o barco sozinho de uma história que todo mundo estava dentro dessa história. Inicialmente era para todos fazerem parte dessa postura que o Glauber teve, como eles recuaram e o Glauber já tinha dado a declaração, não teve como voltar atrás, teve de seguir em frente e botar as palavras...

Reis Velloso era o intermediário que abria muito espaço para o Glauber, o ministro era amigo do Glauber, foi casado com a Regina Rosemburgo, que era amiga de Glauber. Então dessa amizade abria-se de fato um espaço real no Planalto, na capital, e o Glauber botava as coisas – os militares precisavam do Glauber; o Golbery precisava do Glauber, de alguém da oposição apoiando a Abertura lenta e gradual, porque as pessoas queriam que houvesse uma coisa radical, uma mudança radical: — Vamos acabar com o governo militar e implantar hoje um outro sistema.

O Glauber ficou como o único porta-voz dos militares e ele não podia agir de outra forma, porque ele tinha entrado numa armadilha, ele tinha ódio do Miguel Arraes por causa disso, porque o Miguel Arres botou ele nessa armadilha, ele tentou falar mal do Miguel Arraes, dizia que ele era o homem que negociava o petróleo lá nas Arábias e vendia petróleo para o Brasil, por isso ficou rico, mas não deu certo. 

Glauber teve de passar para o lado dos militares, e a esquerda tratava ele como louco.

Esse foi o problema: se ele voltasse atrás, aí sim ele seria chamado de louco. 

Entendeu o problema? Não tinha como voltar, ele tomou um caminho e o seguiu...
    
(...) 
O Glauber era a maior audiência dentro do programa Abertura. Com o lançamento do "Cabeças cortadas", no Rio de Janeiro em três cinemas da Rede Bruni, garantindo quatro semanas para o filme entrar nessas salas e matérias além do próprio Glauber ter falado, pois ele como personagem, homem de vida pública e artista polêmico, as pessoas se interessavam, tinham um frissom para saber o que o Glauber estava dizendo, até o Golbery queria saber o que o Glauber Rocha estava dizendo. O que aconteceu, foi que esse filme teve uma divulgação enorme em todas as revistas da época, tipo Veja, fizeram matérias grandes nos jornais, todos publicaram e nós ainda gastamos um dinheiro em publicidade paga como se faz no lançamento de um filme, e "Cabeças cortadas" não deu renda praticamente nenhuma e nem pagou as cópias. Infelizmente, um cara dentro da mídia com as pessoas meio que o idolatrando, todos querendo ouvi-lo, mas ninguém queria ver os filmes dele, essa era uma realidade e uma experiência que nós tivemos no lançamento deste filme. (...) 

O Festival de Veneza andou esquecido, estava fraco, sem importância, estava meio apagado durante um período. Ele estava sendo retomado, não tinha grande importância mundial, porque o Festival de Veneza, e eles estavam querendo torná-lo comercial, era mais cultural. O Festival de Cannes também é empresarial, você vai lá, tem tudo que é sala de cinema exibindo, acontecem mostras paralelas, gente negociando filme do mundo inteiro. E o Festival de Veneza não tinha esse prestígio, então eles negociaram a premiação, fato que o Renzo Rosselini, que era o diretor da Gaumont, acabou contando que foi negociado, foi dado o prêmio para as empresas Por isso que gerou essa coisa toda, e o Glauber já estava sabendo dessas histórias. (...)

Glauber estava assistindo "A idade da terra", com o Michelangelo Antônioni, a pessoa convidada por ele para assistir ao seu lado, e Antônioni gostou muito do filme...

Glauber gostava de fazer comícios. Lá em Veneza, foi o mais fantástico de todos. Aconteceu que havia mais de 200 jornalistas do mundo. O Louis Malle veio falar que havia sido feito um acordo na premiação e que A idade da terra estava fora da premiação; que o júri resolveu não premiar o filme brasileiro porque era produzido por uma empresa estatal de um país que não era democrático, e o filme dele havia sido negociado. Foi muito engraçado, o Glauber armou uma posição de caratê, que ele nunca lutou e soltou um grito: - Pá! Pra cima do Louis Malle, isso foi à noite, no saguão do hotel, quando ele falou essa história. No dia seguinte, na hora do almoço, a premiação saiu...      Com a exclusão de "A idade da Terra", Glauber começou um escândalo, os jornalistas começaram a se aglomerar, e o Glauber seguiu para a frente do Hotel Excelsior, andando e discursando em direção ao Palácio do Festival, e os jornalistas como se formassem um batalhão, escoltando-o... Com aquelas 200 câmeras clicando parecendo armas, e ele discursando e gritando, e eu um pouco atrás dele andando, foi o maior escândalo. Foi bacana! Uma das cenas mais bonitas e fantásticas que já testemunhei, porque ele realmente conseguiu pegar ali mais de 200 jornalistas do mundo inteiro, e ele era o centro das atrações, todo mundo louco com ele.

Articles View Hits
7839994

We have 726 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro