MARIO MONTEZ: ATOR UNDERGROUND

mariobananalw2
mariobananalw2
Mario Montez foi descoberto, como dizem, por Jack Smith numa estação de metropolitano. Seu nome não era então Mario Montez. Era algo diferente, e em The Flaming Creatures foi Dolores Flores. Mario desempenhou papéis femininos em todos os seus filmes exceto no pseudopornográfico Movie, de Robert Blossom. Quando se traja passa por uma metamorfose para uma jovem tonta e vã. Ele age como uma mullher. Ele parece uma mulher. Sua fantasia é bastante real.

Ele aparece como uma sereia banhando-se em leite em Normal Love, de Jack Smith, e trabalha em In the Grip of the Lobster. Está presente também em Chumlum, de Rice, Lupita, de José Rodriguez-Soltero, e The Mystery of the Spanish Lady, Lil Picards, Beauty Environment of the Year 2065, e Brothel, de Bill Vehr.

Montez também foi um dos celeiros de estrelas de Warhol, desempenhando Jean Harlow em Harlot, Lana Turner em More Milk, Yvette, e Hedy Lamarr em The Fourteen Year Old Girl. Trabalhou em Camp, e seu desempenho mais tocante é feito em Screen Test Number Two, de Warhol/Tavel. Neste ele desempenha uma atriz que faz um teste para um papel, e no fim é completamente humilhado sendo obrigado a admitir (da maneira mais virtual possível) que é um homem. Mas só cede e admite a humilhação porque é uma mulher.

Underground Uma Introdução ao Cinema / Underground - Pag. 115
Escrito por Sheldon Renan
 
mario_monte
Cesar Romero de costas para Mario Montez como Carmen Miranda. Foto: Carlos Vergara

MARIO MONTEZ -
ho nyk oct. 12/15, 71
Escrito e datilografado por Hélio Oiticica

THE CHELSEA GIRLS : clássico , obra-prima de WARHOL : MARIO faz uma aparição de 15 mns., quando entra num quarto onde um duo masculino se diverte na cama, e canta IT'S WONDERFUL - "que acham do meu vestido ?" - "it's lovely" - outros filmes : NORMAL LOVE e IN THE GRIP OF THE LOBSTER (JACK SMITH); THE MISTERY OF THE SPANISH LADY e BROTHEL (BILL VEHR), CANDY, THE QUEEN, THE WHORES OF BABYLON (onde faz DELILAH Nº 1), e em SCREEN TEST Nº 2 de WARHOL-TAVEL, para muitos seu filme mais perfeito.

MARIO trabalhou durante anos com THE RIDICULOUS THEATRICAL COMPANY de CHARLES LUDLAM, estreando em maio de 66 em THE LIFE OF LADY GODIVA, logo em seguida na segunda produção de BIG HOTEL, até seu desligamento em 1970 - MARIO é uma pessoa muito inteligente, encantadora, que adora ter precisão nas coisas que faz, nos detalhes que conta da sua fantástica experiência : não gosta de "drag queenery" (mentalidade de travesti) : considera o seu trabalho algo maior (e o é!), com uma razão de ser : é a sua obra, e dela êle quer estar permanentemente consciente; é organizadíssimo: tem arquivo de tudo, fitas gravadas de tudo que já fez, e de coisas que possam a elas se relacionar: colocou para que eu ouvisse, uma de um filme de CARMEN MIRANDA com JANE POWELL e WALLACE BEERY, onde pode-se ouvir CARMEN no diálogo e cantando: "gravei da tv"; ao natural, de homem, que é como anda, êle se parece com tantos outros portorriquenhos de new york : tem um corpo masculino bem feito, e vez em quando posa como modelo para cursos de desenho; sua simpatia congênita nos coloca sempre "at ease" quando se está com êle - "dê duas notícias em primeira mão aos seus leitores no brasil : 1-vai ser editado aqui, um calendário MARIO MONTEZ para 1972; 2-deve sair ainda êsse ano um livro de CHARLES HERSCHBERG chamado MARYLIN & THE OTHER GIRLS, sôbre tôdas as pessoas, homens e mulheres, que personfificaram MARILYN MONROE, e no qual, é claro, figuro".

MARIO está em cartaz aqui , na 3ª produção de VAIN VICTORY, no FORTUNE THEATRE na east 4th st (entre o bowery e a 2ª. avenida); muito em breve vai fazer sua reentrée com ANDY WARHOL , no próximo filme dêste, que deveria ser rodado em hollywood, num motel, mas que agora vai ser aqui mesmo : dever-se-ia chamar TROPICANA (que é o nome de uma cadeia de moteis na califórnia), mas foi escolhido o de HEAT, e ninguém pode imaginar o que será quando o filme for montado e distribuído.

Detalhes

H.O. conta que conheceu o ator Mario Montez na casa do cineasta Ira Cohen. Em texto para Torquato Neto, Hélio Oiticica descreve uma célebre cena de Marilyn Monroe (em "Niagara"), parodiada por Mario Montez em filme de Bill Vehr.

The Soul of Carmen Miranda
Since the soul of carmen miranda had captured the mind of man
Dismissed with her generation for the price of a can-can
Consigned to the sideshows of history, with the patronized orphans of film
She seeded the bait and offered the faint hope of chance to innocent men
In love with the trance of her dances
And abandoned by them
And abandoned by them

She called in the boys
She remembered their names, and the sorry condition they came in
The dances were soiled, they spun and recoiled
From the master tapdancer inside them, beside them

The soul of carmen miranda had captured the mind of man
Dismissed with her generation for the price of a can-can
The soul of carmen miranda for the price of a can-can
The soul of carmen miranda for the price of a can-can

lyrics by: John Cale - The Sool of Carmen Miranda - John Cale

 

Articles View Hits
6323268

We have 501 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro