Morreu Tura Satana, a chutadora de traseiros original

Enviado por tom -
07.02.2011
|13h22m
Morreu Tura Satana, a chutadora de traseiros original

http://oglobo.globo.com/blogs/riofanzine/posts/2011/02/07/morreu-tura-satana-chutadora-de-traseiros-original-361620.asp
 turasatana

 

Foi na sexta-feira, dia 4/fev. mas as notícias só vazaram de sábado para domingo. Tura Satana, a atriz que ficou famosa como a malvada Varla, uma das três garotas kick-ass de "Faster, Pussycat! Kill! Kill!" (clássico filme de mulher que dá porrada, que Russ Meyer rodou em 1965), morreu de problemas cardíacos, aos 72 anos, em Nevada. Tura era japonesa de nascença e se chamava Tura Luna Pascual Yamaguchi.

Formada em artes marciais, e dançarina exótica nas horas vagas, Tura conta que relutou em entrar para o cast de "Pussycat", porque Meyer tinha fama de fazer filmes pornográficos e ela não queria se meter nisso. Mas, logo que viu que a parada era outra, entrou para o imaginário de todos os amantes de filmes trash e de pancadaria, e viveu para sempre da fama deste filme (participando de convenções e até virando boneca action figure), embora tenha feito outras produções B, como o não menos cult "The astro-zombies". Mas Tura fez rápidas aparições em dois filmes mainstream, antes e depois de "Pussycat": aparece como uma stripper em "Irma, la douce", de Bily Wilder (1963) e no filme cult de espionagem "Our man Flint" (1966).

No auge da fama, Satana namorou Elvis Presley, mas recusou uma proposta de casamento deste. Em 1974, após rodar "The doll squad" (que foi refilmado recentemente e já falamos aqui), levou um tiro de um amante. Depois disso, acabou virando enfermeira por ter gostado do clima do hospital e querer ajudar os outros. Em 1981 teve um sério acidente de carro que lhe quebrou as costas. Daí em diante, passou por uma dezena de operações que a tiraram de cena. Nessa época, casou-se com um policial. Deixa duas filhas.

Mas, para nós, fãs de sua imagem como Varla, o que vai ficar são as cenas em que ela imobiliza, soca, quebra braços e chuta os traseiros dos machos em filmes como "Faster, Pussycat"; que, aliás, já esteve na pauta de Quentin Tarantino para uma possível refilmagem. Ele acabou fazendo "Kill, Bill!". R.I.P.

Veja o tema de abertura do filme (que já foi tocado até pelos Cramps):

 http://www.youtube.com/watch?v=3iaxtY_mt-0&feature=player_embedded

 

Articles View Hits
7844098

We have 601 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro