Stan Lee assina contrato de exclusividade com a Disney

Stan Lee assina contrato de exclusividade com a Disney
Estado de S. Paulo


 

 

StanLee
Ele é o criador de Homem-Aranha, Quarteto Fantástico, O Incrível Hulk, X-Men

 

 11 jun. / 2007 - SÃO PAULO - Os estúdios Disney divulgam comunicado anunciando o fechamento de um contrato de exclusividade com um dos grandes nomes das histórias em quadrinhos, Stan Lee, criador de heróis como Homem-Aranha, Quarteto Fantástico, O Incrível Hulk e X-Men. Por meio de sua produtora, a Pow! Entertainment, Lee assinou um contrato de exclusividade com a Walt Disney Studios, que passará a ter prioridade sobre todos os projetos de Lee daqui em diante.

Segundo o comunicado, o presidente da Walt Disney Studios, Dick Cook, afirma que "Stan é considerado uma das maiores forças criativas e inventivas da indústria do entretenimento. Ele tem um talento nato para dar qualidades humanas a seus super-heróis, uma habilidade que certamente tem marcado várias gerações ao redor do mundo".

"Eu já tinha criado o Quarteto Fantástico e, se não me engano, o Hulk, e as revistas estavam vendendo bem. Meu editor me procurou e comentou ‘que tal imaginar outro super-herói?’ Eu disse ‘ok’. Fiquei sentado à mesa tentando pensar num e vi essa mosca andando pela parede e aí pensei, ‘nossa, não seria legal se um herói pudesse andar pelas paredes como um inseto?’ O maior problema quando você cria um super-herói é que superpoder você vai dar para ele. É que todos já foram imaginados. Então imaginei que alguém que grudasse nas paredes como inseto seria legal. Daí precisei de um nome. Que tal Homem Inseto? Não parecia dramático. Homem Mosquito? Nah. Fui fazendo uma lista. Quando cheguei em Homem Aranha, aquilo soava dramático. Homem Aranha!

 Primeiro dei ele para o Jack Kirby desenhar, mas o Jack sempre fazia esses tipos heróicos, como o Capitão América. Eu disse ‘Sabe, Jack, eu queria que esse cara, Peter Parker, mais parecido com um adolescente típico. Não faz ele como um super-herói musculoso.’ Mas acho que o Jack já estava tão acostumado a desenhar aquele tipo de gente que, depois de ele esboçar uma página ou dias eu olhei e disse ‘olha, por aí não vai’ e falei ‘deixa pra lá, Jack, vou passar para outro’. Ele não ligou. Ele tinha muito trabalho e não sabíamos que esse personagem ia ficar tão importante. Então dei pro Steve Dikto, que tendia a fazer uns desenhos um pouco mais realistas. Ele fez um esboço e não interferi muito com o uniforme. O uniforme do Homem Aranha é obra do Steve.

 Se eles não tiverem defeitos, ficam desinteressantes, unidimensionais. Se o personagem nunca faz nada de errado, se é perfeito, não desperta interesse. Sempre tentei imaginar personagens realistas e apenas dar a ele um atributo incrível. Fora isso, devem despertar empatia. Você vê o Super-Homem. Nenhum leitor se preocupava com o Super-Homem porque saia que não poderia machucá-lo. É por isso que o Homem Aranha sempre vendeu mais que o Super-Homem. E é por isso que os caras acabaram inventando a kriptonita. Eles perceberam que ficava difícil criar suspense sem uma vulnerabilidade. Aquiles, sem seu calcanhar, não ia ser lembrado por ninguém".

 

Articles View Hits
7488820

We have 445 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro