Big Brother Brasil: verbo solto e apócrifo!

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço... A décima terceira (está indo longe!) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil, encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB 11 é a pura e suprema banalização do sexo.

Impossível assistir, ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... Todos na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterossexuais. O BBB é a realidade em busca do IBOPE.

Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB 10. Ele prometeu um “zoológico humano divertido”. Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.

Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo.

Eu gostaria de perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.

Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis?

São esses nossos exemplos de heróis?

Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor, quase sempre mal remunerados..

Heróis, são milhares de brasileiros que sequer têm um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir e conseguem sobreviver a isso, todo santo dia.

Heróis, são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.

Heróis, são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, ONGs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína, Zilda Arns; de Francisco de Paula Candido Xavier – Chico Xavier; de Irmã Dulce; de Frei Damião; de Divaldo Franco com sua Casa do Caminho, etc.).

Heróis, são aqueles que, apesar de ganharem um salário-mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada meses atrás pela própria Rede Globo.

O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral.

E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a “entender o comportamento humano”. Ah, tenha dó!

Veja o que está por detra$ do BBB: José Neumani Pinto: http://xpock.com.br/o-seu-dinheiro-no-bbb

No paredão da última terça-feira, 28 milhões de pessoas votaram. Desses, 15 milhões votaram por telefone. Colocando o preço da ligação a R$ 0,30, teremos R$ 4.500.000,00. Exatamente, quatro milhões e quinhentos mil reais gastos em telefonemas. Só em telefonemas.

Quantos participantes têm o BBB8? Quatorze? Ok, deduzindo que no final ficarão três, teremos até o último dia de programa 11 paredões. Mantendo uma média de 15 milhões de ligações por paredão, o saldo será de R$ 49.500.000,00. No último paredão os números devem subir para 20 milhões de ligações. Ou seja, somando com os R$ 49.500.000,00, o saldo final do Big Brother deve ser R$ 55.500.000,00.

Cinqüenta e cinco milhões e quinhentos mil reais. Isso o brasileiro deve gastar até o final do BBB. Não me irrita o fato da Rede Globo ou a empresa telefônica ganhar toda essa bolada, o que irrita é ver o brasileiro gastando tudo isso em algo que “nada colabora para a formação e o conhecimento de quem dele desfruta; só mostra a ignorância da população, além da falta de cultura e até vocabulário básico dos participantes e, conseqüentemente, daqueles que só bebem dessa fonte”.

Nem mesmo a UNICEF com o Didi apresentando o projeto Criança Esperança, arrecada todo esse dinheiro. Talvez nem a metade. Sabe por quê? Eu explico. Muitos brasileiros dizem que o dinheiro do projeto Criança Esperança não vai para as crianças, mas sim para a Rede Globo.

A mesma Rede Globo que produz o Big Brother.

O brasileiro que gasta oito milhões de reais numa noite é o mesmo que reclama do político corrupto. Chega de procurar desculpas quando a resposta está em nós mesmos.

Não basta reclamar. O umbigo deve ser visto.

Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que, se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.

Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social, moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?

(Poderia ser feito mais de 520 casas populares, ou comprar mais de 5.000 computadores!)

Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.

Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ir ao cinema..., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... , telefonar para um amigo... , visitar os avôs... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... Ou simplesmente dormir.

Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construída nossa sociedade.

Barbieri Comenta

Recebi este texto hoje (31/01/2010). Aceito-o como verdadeiro até que me seja provado o contrário. Caso ele seja falso, como acredito válida a proposta do autor continuarei publicando o mesmo como sendo de "autor desconhecido".

O site  Melodia Web (http://www.melodiaweb.com.br/Sessao.aspx?cod=2307) colou uma declaração com foto do Sr. Luiz Fernando Veríssimo incluindo um texto dele negando a autenticidade do texto aqui publicado.  O site Melodia Web, por sua vez, cita o Blog de Ricard Noblat (http://oglobo.globo.com/pais/noblat/) como sua fonte com data de publicação de quarta-feira, 26 de janeiro de 2011. Eu visitei o Blog de Ricard Noblat que, aliás, pertence à Globo e não consegui encontrar nada. Parece-me que existe um joguinho de desinformação no ar....

De qualquer forma, se este texto é falso farei a correção no nome do autor assim que o Sr. Luiz Fernando Veríssimo me mandar um email pedindo que eu o faça. Aliás, estas pessoas que dizem que o texto é falso também deveriam provar o que dizem. Por outro lado, eu sugiro aos leitores que esqueçam o nome do autor e preocupem-se com o conteúdo. O que vale é a idéia!

Sei lá, fiquei com a sensação de que aqueles que criticam o texto acima sentiram-se, de alguma forma agredidos, porque gostam deste tipo de produção "white trash" de baixo nível. É, depois de elegermos até um Tiririca fica duro encarar a realidade de que nosso país é composto por uma maioria ignorante. É mais fácil deixar como está do que tentar mudar as coisas... não é mesmo?

Acredito, sinceramente, que todos aqueles que usam qualquer tipo de meio de comunicação para propagar suas idéias devem fazer uso de um filtro ético buscando sempre elevar o nível da sociedade, respeitando os seus vários segmentos  sejam eles quais forem.

Durante muitos anos tenho visto os meios de comunicação dos ditos paízes desenvolvidos "expandindo o envelope" e dessensibilizando a sociedade em todos sentidos ao mesmo tempo que desincentivando o povo a exercitar o cérebro em termos de visão crítica. Dá-lhe pão e circo. Dá-lhe violência, sexo e drogas de forma generalizada e sem limites, vamos entorpecer a nação!

"Liberdade" é a palavra chave! Mas, lembre-se que com liberdade vem responsabilidade. É sempre assim, nosso conceito de liberdade e honestidade tem dois pesos e duas medidas; um para a nossa família e outro para o resto. Somos contra o "patrulhamento moral" mas patrulhamos a moralidade dos nossos filhos. Bom, chega de hipocresia!

Anos atrás, recordo-me que quando entrevistei Alice Cooper perguntei-lhe, "como estava a arte de chocar". Ele respondeu-me que estava muito difícil porque ele não podia competir com a CNN mostrando o tempo todo corpos mortos e mutilados na TV. Houve tempo que a TV era mais discreta e responsável...

Só porque o resto do mundo mostra lixo na TV não significa que nós também temos que mostrar… temos? Por outro lado, só como exemplo, quero dizer que eu fumei maconha quando era adolescente e, se aparecer uma oportunidade boa certamente  fumarei novamente mas, daí fazer publicidade das drogas nunca!   Eu sou mais responsável do que isto! Veja bem, ser homesexual ou lesbica é uma opção pessoal, individual do ser humano mas, fazer publicidade da sua opcão sexual é outra coisa. Será que ninguém tem mais senso de responsabilidade…. Será que de agora em diante todo mundo que tiver coragem de questionar será patrulhado?

Lembre-se que a geração de hoje é a geração que cuidará de você quando você ficar velhinho... Pense nisto!

Antonio Celos Barbieri
Articles View Hits
7843729

We have 680 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro