Manoel Lobato: cada um de nós tem seu destino

Uma história verídica

Cada um de nós tem seu destino

Por Manoel Lobato – O Tempo

4 ago. / 1998 – Descendente de família modesta, Adolf Hitler nasce na Áustria em 1889. Ganha a vida como pintor de paredes. Cozinheiro de navio mercante, com 23 anos foge para a Alemanha, a fim de escapar do serviço militar, mas – dois anos mais tarde – muda de idéia e se alista no exército alemão. De baixa estatura, gosta de fazer discurso. Depois da 1ª Guerra Mundial, de 1914 a 1921, Hitler é aceito como chefe do movimento contra a democracia e as instituições republicanas. Com 34 anos, ele participa de uma revolta em Munique. Preso, julgado, recebe a pena de cinco anos de reclusão. É, porém, indultado um ano depois. Em 1930 se torna chefe do partido nacional socialista dos trabalhadores alemães, o Partido Nazista. Em 30 de janeiro de 1933 é nomeado chanceler. Um ano após, com a morte do presidente HIndenburg, assume o poder. Dedica-se a libertar a Alemanha do tratado de Versalhes, sendo contra a democracia, o comunismo e os judeus. Em 1º de setembro de 1930 começa a 2ª Guerra Mundial, Adolf Hitler se suicida em30 de abril de 1945, com a queda de Berlim. Fim de guerra.

Já liq eu Lula é fã de Hitler. Fico espantado com certos destinos, como o do ditador alemão, o de Jânio Quadros, o de Luiz Inácio Lula da Silva e o meu. Jânio, professor obscuro num colégio modesto de São Paulo, nascido em Campo Grande, no Mato Grosso, em 1917, com 30 anos se elege vereador. Três anos depois já é deputado estadual. Mais três anos, prefeito da capital paulista. No ano seguinte é eleito governador de São Paulo. Elege-se deputado federal pelo Paraná e em 1960 é eleito presidente da República com grande votação. Toma posse em 1961 e renuncia ao cargo depois de apenas seis meses, no mês de agosto. Quer dar golpe sem articular as forças armadas. O golpe militar vem três anos depois. Os militares cassam os direitos políticos de Jânio Quadros. Votei nele. A filha dele se elege. Ela tem o apelido de Tutu. A mulher de Jânio se chama Eloá. Com escassez de feijão, o povo atribui a Jânio esta frase empolada: “Quem não tiver feijão agora, comê-lo-á depois num tutu”.

Lula vem de família pobre no Nordeste e consegue ser candidato a presidente da República pela terceira vez. Vi-o na tevê, semana passada, falando no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil, em Brasília. Ele pronunciou certo o verbo intervir no pretérito perfeito, 3ª pessoa do singular, referindo-se a Fernando Henrique Cardoso. Disse “interveio” e acrescentou “Vocês acharam que eu ia dizer ‘interviu’, mas já aprendi.” O auditório em peso caiu na risada.

Venho de família humilde nos sertões de Minas Gerais. Volto ao jornalismo, minha primeira profissão com registro em arteira de trabalho. Hitler, Jânio, Lula e eu saímos da modéstia e balançamos o coreto. Somos todos muito vivos. Ou estamos mortos sem saber.

manoel_lobato

O escritor e jornalista Manoel Lobato escreveu mais de 3.000 crônicas e continua publicando-as no jornal O Tempo, de Minas Gerais

 

SCAN0206

História das Frases

“O ser humano não pode suportar muita realidade”

A imprensa caracteriza-se por extremado realismo como fez a literatura do século passado até meados deste. Mas todos precisam de fantasia e a indústria cultural se esforça para tender a esse anseio. O cinema tem sido, entre todas as manifestações artísticas, a que mais se preocupa em fornecer fantasia ao público, para atenuar a realidade do cotidiano. Em outras épocas, teria sido acusado de alienante, mas os tempos modernos deram razão a essa famosa frase do escritor anglo-americano Thomas Stearns Eliot, mais conhecido como T. S. Eliot (1888-1965) autor de poemas, de ensaios e de peças de teatro, ganhou o prêmio Nobel em 1948.

Articles View Hits
8493430

We have 378 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro