38! (Rodrigo Souves, jornalista do Gama)

 

38!

 

(Rodrigo Souves, jornalista e morador do Gama)

 

Trinta e oito anos, uma data para comemorar, mesmo estando o indivíduo em questão sem clima de festa. Há meses exercendo serviços gerais, no momento solicita do misto de amigos/chefes dinheiro adiantado e desdenha do velho conhecido que perguntou se estava com o ânus em festa, não se trata de desdém, é indiferença mesmo, olha sério e pergunta:

Ânus de quem? O seu? Me erra!

Reclama que terá de encontrar um familiar que vem só com dinheiro da passagem, que é foda estar lascado e ainda ter de fazer graça para alguém mais fudido que ele, o familiar em questão levou 27 facadas em plena miséria humana de rua total e para espanto de médicos do SUS não faleceu, um sujeito fraco de cabeça e de corpo sólido, porém, desgastado pelos excessos, nosso aniversariante respeita deveras a resistência dos que se expõem ao nada e não sucumbem de súbito.

Após notar que o velho conhecido, além de irritá-lo, não está disposto a dar carona e nem participar da busca ao familiar errante e sobrevivente, o taxa de enjoado e grita que está com pressa, os amigos/chefes o ironizam e soltam a grana, ressaltando para evitar pedir e segurar o pouco que tem, ganha a carona de outrem e parte rumo ao parente que sangrou horrores e sobreviveu ao quase Jack estripador. No local da celebração, o animado chefe de família e presidente da empresa informa que só pedirá cervejas de primeira grandeza, nada de pilsen, só ale, não se importa com o valor, hoje é dia de luxo e qualidade! Eu, o desaprovado velho conhecido do aniversariante, informo que vou pegar leve pois estou convidado mas não quero que ele exceda demais nos gastos não necessários.

O aniversariante aparece reclamando que não encontrou o parente remendado, que é complicado as pessoas não terem telefone celular, que o sujeito é complicado, que se preocupa muito com o estado de saúde do parente e... recebe tapinha no ombro e ouve:

Cheguei cara, estava lhe esperando há duas horas, você é foda hein! Agora vou beber de graça porque você está pagando, aniversariante paga a conta.

Sou reconhecido e logo chamado de gordo, uma vez, duas vezes, três vezes... ajo formalmente e tento expor que não estou gostando de ser chamado de gordão. Após fracassadas tentativas de ir embora só, os primos acabam vindo comigo, mesmo alertados que não desviaria meu destino e que eles teriam de caminhar um tanto até onde dormiriam. Logo ao entrar no carro o sujeito volta a dizer:

Caramba cara, você engordou mesmo hein, mais um pouco vai deixar de ver o piru, ainda vê o piru?

Cara, você está parecendo aquele inimigo do Justiceiro.

Eu tinha muito gibi do Justiceiro bicho, troquei tudo por cachaça, massa demais!

 Podes crer!

Mas impressionante, se ele não diz que é você eu não lhe reconheceria, por isso que não caso, casar engorda o cara.

Você está parecendo o Retalho.

Naquele momento, o humor acabou e logo desceram do carro respeitosamente agradecendo a carona.

 

Articles View Hits
7619889

We have 754 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro