GERALDO VANDRÉ: CANTO PARA UM NÁUFRAGO


(...) Conheci o Vandré nos anos setenta antes de conhecer o Marcelo Melo, que encontraria mais tarde. Nessa época Vandré com a ajuda de estudantes de ‘Beaux-Arts’ e outras pessoas, montou a ‘Paixão Segundo Cristino’ que foi dada na igreja de Saint-Germain-des-Prés, onde os estudantes de ‘belas artes’ erigiram um Cristo crucificado de quase quatro metros de altura trazendo além dos instrumentos tradicionais de tortura, outros mais recentes. Tais que eletrodos nas partes genitais. Os músicos que atuaram nessa Paixão foram além de Vandré, eu mesmo no violão, o pianista Fernando Martins que hoje reside no Rio e um percussionista para a ocasião. A (Paixão) teve uma grande repercussão  na mídias da época como o ‘Le Monde’ e o ‘Figaro’ que publicaram a foto com o Cristo imenso, e os músicos abaixo atuando. Essa foto aparece no famoso compacto que foi gravado aqui. Não sei se em direto ou em estúdio. Com o Marcelo Melo e o Kiko (harmonista) gravamos o disco que foi editado aí no Brasil.  (...) Antes disso vivemos  três meses numa mansão gentilmente cedida pelo maestro Paul Mauriat, onde em principio devíamos preparar um disco, foram três meses de delírio, que acabei abandonando  por contingências mais reais ligadas à minha vida privada. A única coisa que possuo da época é a capa desse compacto que falei acima  e as lembranças desse personagem genial, e diria mesmo isotérico que é Geraldo Vandré. Como ele mesmo dizia Geraldo Vandré, cantor, Geraldo Pedrosa, advogado e Geraldo Araújo Pedrosa, polícia se for preciso!!!!!!!!!!”! (Murillo Alencar)
 

Canto para um náufrago

Vandré na França!

 
 
Maestro! Da indizível alegria de nosso contato depois de tantos e compassados tempos e também espaços, estou tratando de cumprir meu compromisso, primeiro, escrevendo. Sobre a passagem, poderei objetivar, somente, quando a chegar a São Paulo, no princípio do mês entrante. Enquanto isto, poderias quem sabe, adiantar alguma coisa, por aí sobre a Paixão Segundo Cristino recuperando algum material sobre a Passion Brasilen (é com dois ss?) que realizamos, aí. Suponho que na memória da Igreja deve haver alguma coisa. Pelo meu lado, indo ao nordeste, estudarei a origem, as formas e a essência, mesmo, da fábula (seria uma fábula?) são questões de estilo que, somente agora, trato de compreender e definir teoricamente para poder chegar a uma prática modal. Há muitas outras coisas por fazer e para fazer. Até breve, Geraldo. Rio de Janeiro-23.04.2005.
 
Essa carta foi escrita a 23 de abril, mas somente concluída uma semana depois ainda em 2005. O artista Geraldo Vandré inicia uma busca infinda pela reinterpretação da Paixão Segundo Cristino.
 
- Aquele disco que fizemos aí na França, foi lançado aí também? Sabes algo?
- Caso tenhas contato com um “Agente artístico” na Espanha e em Portugal, será ou poderia ser de interesse prioritário para Geraldo Vandré.
 
O destinatário da carta, o maestro Murillo Alencar mora na França, atualmente com 70 anos sua memória continua boa,  ligou para Geraldo Vandré para rever uma velha aliança: ele foi o primeiro artista brasileiro que teve a chance de experimentar e gravar em 16 canais e, “até onde me lembro eram belos experimentos com muita harmonia vocal”.
 
Murillo Alencar do fundo de sua memória resgatou detalhes inéditos da montagem de A Paixão Segundo Cristino:
 
“Geraldo Vandré me propôs de retomar o trabalho 40 anos depois. E se o chamei por telefone foi mais por respeito ao compositor e grande intérprete. Gostaria poder desmistificar o folclore  que até hoje continuam alimentando.
 
 

  

“Infelizmente o disco, nas muitas mudanças que fiz, ficou perdido em alguma ‘caixa’, em alguma cave, pode ser que mais tarde me empenhando posso encontrá-lo. Em compensação achei a foto que saiu na primeira pagina do Figaro, na época. Está envelhecida mas percebe-se bem em primeiro plano a cruz; o Vandré esta de frente para o altar, eu estou sentado no palanque. Espero que possa assim ilustrar o artigo. Acho que agora essa pagina vai ficar completa e desmistificar as lendas criadas em torno dessa gravação!
(...) Como disse-lhe antes apesar de ter atuado na missa não estou na gravação do compacto, mas sim na do LP que foi editado no Brasil, (com foto do Vandré em uma gota d'agua), e que foi gravado aqui nos estúdios do Michel Legrand onde parece também gravaram os Beatles. O titulo do disco é Das Terras de Benvirá”. (Amistosamente, Murillo Alencar).

O link do disco: (https://rateyourmusic.com/release/single/geraldo_vandre/la_passion_bresilienne/ (Grato Leonardo) 

  

(Das Terras de Benvirá). Metamorfose
Geraldo Vandré em um bar na França com os amigos

 Fisgado no Chile em 1973 (Leia!) 

 

A Paixão segundo Cristino foi escrita por Geraldo Vandré, em 1968, para a celebração da Semana Santa na Igreja de São Domingos das Perdizes, em São Paulo. Com o assessoramento teológico dos frades dominicanos, Vandré escreveu uma das mais belas páginas litúrgicas populares sobre a paixão e a morte de Jesus Cristo. Durante anos ela foi apresentada na igreja dos dominicanos como memória e celebração de tantos que, a partir de 1968, viveram na sua própria carne a perseguição, calúnia, exílio, agonia, paixão e morte. Suas vidas foram celebradas e suas esperanças renovadas a cada ano nas vidas e esperanças de seus irmãos.

Essa paixão é um tributo à resistência de tantos que nas suas vidas e caminhos recriaram a vida e os caminhos de todos os homens que lutaram pela justiça e liberdade. A Fundação Cultural de Curitiba, ao recriar esta obra, celebra todos os homens e mulheres que deram as suas vidas para que surja um mundo novo pleno de justiça e fraternidade.

Carlos Frederico Marés de Souza Filho

Presidente da Fundação Cultural de Curitiba, 1992

 

Geraldo Vandré - Paixão segundo Cristino
(Geraldo Vandré)


Somente a tí Senhor,
E à amizade
Somente a ti Senhor
e à amizade.
Louvamos ó Senhor tua vontade,
Louvamos ó Senhor
Tua vontade.
Que une os filhos teus na liberdade.

Louvamos ó senhor só a verdade
Que faz do teu amor
Nossa vontade.

Somente a ti Senhor e à amizade,
Somente a ti Senhor
Que és a verdade,
Pedimos o favor
Não piedade.
O amor como penhor dessa verdade.
Perdoa o calor e a maldade,
Que cause o nosso amor à liberdade
Ajuda-nos seguir
O que é mais forte
Mais forte do que a vida
E do que a morte

Pedimos o viver
E a mesma sorte
Daquele que viveu
Também na morte.

Queremos repartir
O céu e a cruz
A dor e a certeza
Com Jesus.

Senhor!
Do meu pensamento,
Por justiça ou precisão,
Guardo há tempos na memoria
uma longa e triste história
Em forma de procissão.
Por ti de uma imensa morte
Imposta por estas terras
beira mar, Alto sertão
Aos teus e aos que são meus.
Teus filhos
E meus irmãos,
E agora neste lugar
Chegado para contar
Diante de tua Gloria
Respondo pela memória
Na história desta paixão.
Que aos santos já deu a morte
e aos vivos deixou a sorte
de coisa pior que a morte.

Senhor!
A vida, ai, a vida na escravidão!

Meu povo preste atenção
Chegamos neste lugar
Depois de muitos caminhos
Tendo mais pra caminhar,
Estamos em casa amiga
Que é preciso descansar
Enquanto a gente descansa
Pra poder mais caminhar.

Cantemos os nossos cantos
Cantemos para contar
A razão dos nossos prantos
Que o Senhor quer escutar.

Conta tua história maninho
Deus é tua gloria e caminho
Conta tua história maninho
Deus é tua gloria e caminho.

Não posso cantar sozinho
que a minha força não dá
e a minha história não basta
nem basta saber cantar
diante da imensa gloria
do senhor vem pra falar
Na história de muita gente,
sem nada particular.

Conta nossa historia maninho
Que ela e tua gloria e caminho
Conta nossa historia maninho
Que ela e tua gloria e caminho

Sou cantador de teu povo
Quero a tua permissão
Pra falar de tantas dores
Vou ferir teu coração.

Senhor,
Dá-me todo o teu perdão
Se enquanto canto a vermelho
as cores do teu pendão
o meu canto é grito e pranto
Falando de um mundo novo
Sobre o sangue de teus santos
que afinal são meus irmãos.


Jesus cristo morto está
e apenas vamos lembrar
A morte de Jesus Cristo
Pela igualdade que há.
Na morte de Jesus Cristo
Nas mortes que eu vim contar.

Conta nossa história maninho...

É triste vim te dizer
É triste vim te contar
Que a morte de Jesus cristo
Teve que continuar
Na morte de outros teus filhos
que Caim ainda vai matar.

Senhor dai-nos todo teu perdão
Senhor caminho da salvação.
Ajuda a nos a ganhar uma vida garantida
para que não seja perdida.
A morte dos filhos teus
de Jesus de Josué de Ernesto de Nazaré,
De Luiz Apolinário
de Camilo e de José.
Madalena!
Tantos tantos que gastaram vida e pranto
Somente pra nos salvar.

Perdoa qualquer maldade
que a outros possa causar
nosso amor a liberdade
Temos que continuar.


Senhor do meu pensamento
minha sorte e meu cantar
Quanta dor e quanta morte
quanto chão pra gente andar
Tanta gente que ficou
num derradeiro caminhar
Tanta gente que pensava
ver o mar e se salvar...

Menino que virou homem
Viajando sem parar
Sentiu frio e passou fome
Lutando em terra e no mar

Será que mais lhe valia
Ter morrido no sertão
E não havia andado tanta
pra tanta desilusão
Será que o senhor nos deu sua causa e se esqueceu
Da gente que se perdia lutando em caminho seu
Será justa a nossa causa de Deus
Será que Deus se perdeu ou nos perdemos nós
Ou nos perdemos de Deus ?


Não viemos por teu pranto
nem viemos pra chorar
viemos ao teu encontro
e estamos no teu altar
vou seguir nosso caminho
que é também seu caminhar
na força do teu carinho
esperamos nos salvar
na terra como no céu
no sertão como no mar
nas serrar ou nas planuras
esperamos nos salvar
estando sempre altura
nos teus caminhos lutar
reparte entre nós o pão
diante do seu altar
a justiça e a riqueza
que fizemos por ganhar
não deixa a gente passar
pela fome em tua mesa
não viemos por teu pranto
nem viemos pra chorar

Senhor
Perdoa qualquer maldade que a outros possa causar
nosso amor a liberdade
Temos que continuar.

Nosso amor a liberdade temos que continuar!
**********************************
COMENTÁRIOS

"Li rapidamente, porque o caráter de informação nova (um puta 'furo') e interessante não deixaram eu ler detidamente. Vou ler de novo. Mas já digo: Putaquepariu! Você está veiculando informações surpreendentes! Essa matéria vai fazer muito movimento por ai! Podes crer"!  (Sandro Alves Silveira)

 

 

 

 

  

Articles View Hits
6323345

We have 571 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro