DO PRÓPRIO BOL$O: 36 NÃO SÃO SEGUNDOS OU PRESTAÇÕES SÃO ANOS

 03

36 NÃO SÃO SEGUNDOS OU PRESTAÇÕES SÃO ANOS

25 fev. / 2018 - O lance agora será rockinho introspectivo e primoroso, talentoso e espontâneo. Do próprio bol$o nunca será um grande festival com cobertura e anúncio idem. Essa marcação de palco me mostrou o quanto estou fora de forma e despreparado só na base da alegria e do imediato. Eu e Zanza Meneses decoramos a churrasqueira e pensamos por que não um som? Para coroar esse sofrimento doce de subir escadas e pregar faixas e máscaras: venha dançar ou expor - faça a sua parte ajude-nos a carregar o trono. Não vamos parar e nem esperar por ninguém - chego a pensar que somos as grandes estrelas e como bom garçom bêbado, a gente grita e fala mais e alto do que se deve. Esse sou eu e essa é a missão - NADA CONTRA O ROCK DÓLAR, mas não vou deixar de fazer as coisas ao meu jeito e hora. Obrigado àqueles que mais uma vez vestiram a camisa.

28377496 1626534027441580 8130779566883574541 n

o pau torando - juntamos as últimas moedas dos parquimetros e o melhor foi que 'ninguém' chegou e sobrou cerveja

02

Rock'n'Roll Circus - Paulo Biko doura a pele debaixo do brilho do sol. Ele varia do elétrico ao acústico e passa à limpo histórias de sua carreira como músico em Brasília desde os tempos do Liga Tripa ou de quando foi o auxiliar do grã mestre da cozinha, Edu Viola na peça O ÚLTIMO RANGO. Paulo Biko aproveita para mostrar uma composição sua com trecho de uma outra composição do mestre Edu Viola. Ele ainda manda "Blue do Biko", "Quase 20 dentes", "Um telefone é pouco" e mais uma outra canção de Renatinho Matos. Nesse momento, é Paulo Biko que embala do próprio bol$o no colo: 'pode me chamar a qualquer hora', e geograficamente somente os anjos sabem quando ele estará próximo para nos presentear com argumentos da nossa existência. Sigamos com fé Paulo Biko que mais companheiros chegarão.

01

Foram dias sem o comando do Capitão Blavis, convidado logo abraçou a guitarra (Faltando a corda mi) e fez um fundo de violino para "Stairway to heaven" uma das canções que a dupla eventualmente toca.

Blavis e Kelton são os paladinos das guitarras, delas escorrem blues incendiários - as guitarras são ardentes e o sol me faz delirar - quero um cigarro!

Blavis já trocou a corda da guitarra e fez a direção de palco, realocou as caixas e ainda faz o backing em várias canções de Raul Seixas. Agora o show será de Kelton Alex.

04

Simple Blues

O simples é o agradável - Kelton Alex trouxe um show clássico com repertório clássico de canções de Bob Dylan a Raul Seixas e de Raul Seixas aos Beatles. Seu inglês impecável e fluído é sustentado por uma guitarra aberta no peito e com poucos efeitos. Kelton cantou o Nostálgico Blues Subterrâneo numa época de vacas magras. Uma apresentação impecável e audível onde todos gostaram - Parabéns e muito obrigado. "Love me Do" foi uma surpresa entanto!

2018

10 fevereiro

Dia Histórico

2018 CARNAVAL

Paulo 'Biko' (Liga Tripa), Eduardo Leal (Módulo 1000) e Sérgio Pinheiro (Mel da Terra)
Uma oportunidade de ouro: reunir no mesmo salão o som do Módulo 1000, Mel da Terra e Liga Tripa é o carnaval asa-nortense

2018 5 fevereiro

   5 fevereiro

   Ouvir é importante ou essa foi a mais recente viagem musical: entre cabos e cordas e rimas e muito do cancioneiro da Música Popular de Brasília - Paulo 'Biko' juntou palavras à resposta percussiva de Eduardo Leal - animação total tributos aos camaradas à estrada à luz que nunca se apagará liberdade! liberdade! liberdade!

   26 janeiro

2018 26  janeiro

Blavis on guitar: dias de caos e rock, tardes chuvosas - hoje: Tertúlia na Lua na Zepelim -  "E Passo Largo, uma das melhores bandas instrumentais que ja ouvi. Mas onde vi poucas kakakka" (Julimar dos Santos)

23 janeiro

2018 23 janeiro

blues rolando com Wálter Muganga

23 janeiro

Let's roll another: som passado!

 

Articles View Hits
6740535

We have 825 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro