CORTE SECO (DF) LANÇA O CLIPE 'DIPLOMACIA BAD TRIP'

ORGIA (mário pazcheco)

Retiro tudo o que eu disse no Facebook, a partir de agora me calo e só penso em por que mostrar Raul Seixas como dedo-duro (era necessário?) foi o que fizeram também com Timothy Leay, o discurso seria uma alegoria "olhem naquela direção" só que para a direção errada.

Os artistas jamais querem ser incautos mesmo aqueles que foram ao gabinete do ministro Gil pedir favores. Todos aqueles artistas intermediadores que "dificultavam tudo" do acesso à devolução da música do artista.
Artista comigo é no tapa do beque. Salve, Carlinhos Brown. O petisco é velho, é biscoito aberto, é receita vencida: o som deles que rola agora.
No underground, vivi com Bruno e Gabi, e fui lá várias vezes no programa Maionese alternativa e levei todos os artistas que me interessavam, eu abri a porta. Nunca me viram bater em ninguém, porque eu cuspia agora a garganta seca. Vi a Gabi no Ferrock (ela fez foto comigo) e a melhor coisa que fiz, foi dar-lhe um exemplar do meu último livro, onde eu a apontava como a minha publicista, desde então, só trabalhei com gente do bem. Nunca bebi na fonte, mas às vezes conheço mais do que os livros de História, pois a história não são só livros, são vivências, no livro relata-se o óbvio e jamais os bastidores. Em língua portuguesa brasileira não se permite editar livros sinceros sobre artistas, talvez sobre o Raul, o Sérgio Sampaio e agora o Walter Franco, olhe o nome do artista, Franco!
Ponho um clipe marginal na página e chamo para o pau.
Há dias que quero viver intensamente e fazer coisas toscas, mas bem que poderiam demorar um pouco mais para serem esquecidas.
Mexer no som somente com ele desligado, acho que agora aos 55 anos e no mês de outubro vou me lembrar. Meu filho do Rio, que agora está no Piaiu na divisa com o Maranhão espera pelo meu telefonema de parabéns.
A mamãe já tomou a segunda dose da vacina e está voltando pra casa.
Eu dissimulo bem, atuo com a realidade, basta eu fumar um cigarro que penso em arte, na arte dos enlatados nas prateliras dos supermercados que faltam gente no Chile, na Venezuela, na Bolívia em Machu Picchu.
Do Brasil, terei saudades dos tempos de Lula, eu jamais abri, posso ter prometido que abriria, mas na hora "h" "esqueci a chave, moço".
E vamos de bem com a vida, eu lustro os meus sapatos e faço ploc ploc, eu embaralho corto e dou as cartas e também peço cabeças. Da arte é a poeira colada na sola do pé descalço de unhas sujas.
Revitalize. Tente. Invente. Seja. Divida.
Estou aí, louco, estou aí, manso, um poço encharcado de lucidez espalhando gotas de suor e torcendo para que todos vençam aos seus medos - Viva! Gabi! Viva! Zanza! Que vivamos!  

Rock do Guará, Corte Seco lança o clipe de 'Democracia Bad Trip'

"Democracia Bad Trip" faz parte da recente coletânea digital Uivo

Estarrecidos estamos e também estamos chapados com a "Democracia Bad Trip", a faixa escolhida para ser o terceiro clipe oficial da banda de punk rock, Corte Seco.
O roteiro numa estridente comunhão descreve o que acontece no momento, no Brasil e estampa as notícias no pé do ouvido.

O som é seco e gutural no talo e bem gravado e produzido, pois o jogo é virado na democracia, é um dos coros. De fácil entendimento, eles abrem a bandeira sem dar bandeiras: "lutaremos com certeza, sem nenhum limite".
Corte Seco se rodeia da competente produção do Estúdio Formiguero e busca o discurso das ruas para atingir seus objetivos essa é a figura do rapper Mano Dáblio.

Os quatro homens do Corte Seco estão segurando as pontas, porém decidiram soltar mais um rojão!

02 corte seco


Diplomacia bad trip (Corte Seco)

Participação: Mano Dablió

Parece uma praga ninguém sabe de onde vem
Te leva pra um lugar onde não se quer bem
Suga sua força sem pedir licença
Acontecendo historias que nem se pensa

Não vou na sua onda porque ela é bad trip
ficarei na minha, pelos meus princípios

O jogo é virado, na diplomacia
Reverto a energia, pra não se misturar com a minha
Forte e positiva, isso com certeza
Falsa e negativa e pintou sujeira

Sim, sim, sim
Vou ficar aqui
Minha onda é diferente
E não vou deixar cair

Unindo forças, seremos invencíveis
Fazendo contrario, teremos minigite
Ou qualquer outra doença que nos contamine
Lutaremos toda vida, sem nenhum limite

Articles View Hits
8012022

We have 280 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro