Celso Blues Boy, o artista em casa

Celso Blues Boy

Celso Blues Boy em foto de Révero Frank

 

Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos

 

Sexta Básica

O Blues abraça Santa Catarina

Com Celso Blues Boy e Brazilian Blues Band

 

por: Mário Pazcheco

 

Tudo começou de manhã com este email: >> Estarei após 16:00 h. dia 05 dia de pagamentos no CONIÇÇÕES, CONVIDO TODOS ! EU VOU BOTAR UM DO MARANHÃO, podes crwaus podes brwaus!! APAREÇAM....

 

Conic horas depois, Joubert e Edilaine dividiam umas Antárticas e reforçaram-me o convite para não perder o show de Celso Blues Boy.

- Estou esperando uma pessoa. Eis que Zéantônio aparece e some...

 

5 dez. / 2008 - Sede do Banco do Brasil - Praça do Cebolão, a Brazilian Blues Band começa a sua apresentação, (no ano passado no mesmo local eles fizeram a mesma dobradinha). O início da apresentação da Brazilian Blues Band é   ortodoxa, a moçada demora duas músicas para ‘ajustar’ o timbre dos instrumentos – a cozinha é  segura com os graves e as teclas. É um lance profissional, eles mantêm as músicas na ordem, a guitarra fica livre e os vocais encorpados.

 


Pausa! Vou buscar o carro no estacionamento do Conic; as câmeras da TV Globo ainda estão lá, os meninos agora são olheiros gritando quem vem quem vai...


A dica quente: ‘baculejo dos homi’ até o fim das festas...

 


De volta ao show, Révero Frank comenta: - Eles podiam viajar mais...

- É. Kaffa, Leonardo, Célio, Marssal,- e Janari devem saber...

 

Quando o artista se sente em casa

 

Celso Blues Boy entra em cena com a guitarra fender alva e rubra, ele veste a camisa do seu time: Vasco da Gama! Apupos e gritos, os torcedores do Vasco estão em maior número do que os do rival, vaticínio de uma tarde de domingo feliz?


A guitarra de Celso Blues Boy não deve nada às guitarras lamurientas e lamacentas, ele é muito seguro sabe caminhar sobre a água – sua postura me lembrou vagamente Hendrix; ele nem bebeu e fumou menos – não perdeu nenhuma nota e manteve o pique do início ao fim da apresentação – até teve uma mojo song de John Lee Hooker que ele cantou muito bem em inglês – em contrapartida sua execução do Hino Nacional é apropriada ao cenário e à ocasião.


O público responde à perfeição do show de Celso e da Brazilian Blues Band: três guitarras e gargantas e a mão pesada de Janari no ritmo, e a sincope métrica das mãos perfeitas do Marssal, fazendo honk tonk climático. Agora sim! Eles estão viajando pelo Delta e pelo Rio Itajaí, Celso Blues Boy o filho pródigo de Santa Catarina está no comando.


No final do show, Celso larga a guitarra que é passada pelas mãos dos músicos, sua guitarra é um troféu, o Vasco terá a mesma sorte?

 

Extremos: a alegria vibrante de Lucky, o grande vocalista do Gama e a ausência sentida   de Zezinho Blues, em luto pela perda de Dona Vitória, sua grande mãe!

 

Celso Blues Boy

Articles View Hits
8062500

We have 418 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro