SP - 6 de setembro: Neymar Dias e Igor Pimenta tocam Beatles


 
Música no MCB apresenta Neymar Dias e Igor Pimenta no lançamento do CD 'Come Together', com músicas dos Beatles
 
Próximo 6 de setembro - 2015, domingo às 11h - Gratuito

O projeto Música no MCB apresenta no dia 6 de setembro, domingo às 11h, o duo Neymar Dias (viola caipira) e Igor Pimenta (contrabaixo acústico) no lançamento do CD Come Together. Em apresentação gratuita no terraço do Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, eles interpretarão arranjos originais para canções dos Beatles.

"Fazemos uma espécie de redução orquestral de viola e contrabaixo dos arranjos originais. Em alguns temas, a linha do baixo é a mesma usada pelo Paul McCartney, em outros, faço na viola a melodia do coro de vozes dos Beatles", explica Neymar Dias. Com isso, as músicas são transportadas para uma instrumentação camerística com sonoridade única, trazendo uma nova maneira de ouvir clássicos dos Beatles como "Hello Goodbye", "Can't buy me Love" e "She's leaving home".

Ainda em setembro, serão atrações do projeto Música no MCB:

Dia 13 - Roberto Sion e Banda D'Água Clara
Criada há seis anos, a big band "Roberto Sion e Banda D'Água Clara" faz parte do projeto Fama (Fanfarra Musical de Atibaia) que leva o ensino musical de percussão, madeiras e metais à rede de ensino infantojuvenil da cidade, tendo conquistado alguns prêmios internacionais. A banda é composta por alunos advindos desta experiência.

Dia 20 - Paulo Paschoal e Camerata Darcos
Acompanhado pela Camerata Darcos, Paulo Paschoal lança no MCB seu novo projeto: um CD em tributo aos Beatles, transportando as músicas para uma instrumentação camerística. Violinista da OSESP, Paschoal se caracteriza pela diversidade de seu repertório, que vai desde a música clássica ao rock, jazz e choro, como no disco "Zequinha de Abreu por Paulo Paschoal", lançado em 2012 no MCB.

Dia 27 - Banda Sinfônica Juvenil do Guri
Com regência de Érica Hindrikson, a Banda Sinfônica Juvenil do Guri apresenta no MCB composições como "Córdoba" (Isaac Albéniz) e "Rapsódia Sefaradi" (Alexandre Travassos). O grupo, criado em 2009, reúne jovens músicos de 16 a 19 anos, escolhidos por meio de audições com alunos do Guri da capital e grande São Paulo.

Sobre o projeto Música no MCB
Com edições contínuas desde 1999, o projeto Música no MCB já beneficiou mais de 220 mil pessoas, que tiveram acesso gratuito a shows de grupos como Pau Brasil, Zimbo Trio, Projeto Coisa Fina, Orquestra Bachiana Jovem, Grupo Aum, Mawaca e Traditional Jazz Band, entre outros. As apresentações, que acontecem em palco montado no terraço do Museu da Casa Brasileira entre os meses de março e dezembro, reúnem atualmente cerca de 400 espectadores a cada domingo.

Sobre o Museu da Casa Brasileira
O Museu da Casa Brasileira se dedica às questões da cultura material da casa brasileira. É o único do país especializado em design e arquitetura, tendo se tornado uma referência nacional e internacional nesses temas. Dentre suas inúmeras iniciativas, destacam-se o Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, realizado desde 1986, e o projeto Casas do Brasil, que promove um inventário sobre as diferentes tipologias de morar no país.


SERVIÇO:
Música no MCB - 16ª temporada

SETEMBRO
06.9 - Neymar Dias e Igor Pimenta
13.9 - Roberto Sion e Banda D'Água Clara
20.9 - Paulo Paschoal e Camerata Darcos
27.9 - Banda Sinfônica Juvenil do Guri

Dia e Horário: Domingo, sempre às 11h

Entrada gratuita

Local: Museu da Casa Brasileira
Av. Faria Lima, 2.705 - Jd. Paulistano
Tel.: (11) 3032.3727

VISITAÇÃO
De terça a domingo, das 10h às 18h
Ingressos: R$ 6 e R$ 3 (meia-entrada) | Crianças até 10 anos e maiores de 60 anos são isentos
Gratuito aos sábados, domingos, feriados e aberturas noturnas

Acesso a pessoas com deficiência / Bicicletário com 40 vagas
Estacionamento pago no local

Visitas orientadas: (11) 3026.3913 / This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
www.mcb.org.br

Informações para a imprensa - Museu da Casa Brasileira
Filipe Bezerra - (11) 3026.3910 | This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Bruno Dória - (11) 3026.3900 | This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Informações para a imprensa - Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo
Gisele Turteltaub - (11) 3339.8243 | This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Jamile Menezes - (11) 3339.8243 | This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

CD “Intervalo”: Garra e Carinho

Por: Mário Pazcheco

Este CD “Intervalo “ é coesamente rico em informações acústicas. Uma rara combinação de contrabaixo, violoncelo, viola e violino.

Nós que começamos no erudito via a trilha sonora do desenho Yellow Submarine e ficamos órfãos de Marco Antonio Araújo reencontramos uma nova sonoridade erudita nacional que fala do tango, do jazz   da ECM, de John Luc Ponty, e do pop de James Taylor!

Intervalo realça o trabalho em conjunto entre fatos e épocas e pautas e cenas.

 intervalo

CD: Intervalo

De: Neymar Quarteto

Instrumentos/Músicos:

Contrabaixo: Neymar Dias

Violoncelo: Vana Bock

Viola: Daniel Pires

Violino: Ricardo Takahashi

Músicas:

1. Intervalo,
2. Para James
3. Metais
4. Ventos Gigantes
5. Tulipas
6. Vestido
7. Solo
8. Duo (Diálogo das Baleias)
9. Dia após dia
10. Fim de tarde

Intervalo é uma via expressa para as cordas do violino, uma viagem urbana retalhada pelo contrabaixo e crescendos numa composição urbana   lembra  Jean Luc-Ponty

Para James uma reflexão de sensibilidade e equilíbrio entre cordas e célula rítmica, um refrão com passagens instrumentais simples sempre regidos pela escrita erudita.

Metais é uma composição amazônica, como trilha de cinema sempre divide-se em duas composições ordenada climaticamente pelo violoncelo de Vana Bock.

Ventos Gigantes   o tema miúdo vai agigantando-se para retornar à entrada miúda do violão, um tema folk algo conhecido como se nunca tivesse sido escutado é a sutileza comum num prelúdio que lembra Minas Gerais.

A harmonias de Tulipas giram em torno de si mesmas. Vestido é uma revoada de violino do intrigante ao dulcíssimo.

A faixa 7, Solo começa oscilante na pegada no contrabaixo acústico de Neymar Dias que casa diversos trastes  descendo no braço do instrumento enquanto violoncelo, viola e violino em menor volume fazem camas percussivas.

Duo (Diálogo das Baleias) é um mini-épico oriental lembrando o trabalho de orquestração de John Paul  Jones.

Dia após dia é a passagem mais preguiçosa de viola caipira sempre tento o contrabaixo, o violoncelo e o violino para reerguer a base.

Fim de tarde seria a plangência alcançada?

Articles View Hits
7828654

We have 851 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro