Terno Elétrico: mais elétrico ainda


Uma ópera  baseada na loucura momentânea (Mário Pacheco)

Terno Elétrico  
João Frajola -  vocais
Célio de Moraes - contrabaixo
Jeff Sena, guitarra, violão e vocais
Wendel Rocha - guitarra
Janari Coelho - bateria

1.  Não tô pra brincadeira 2.  Coca Cola e Bola 3. Olhos de hipnose 4. Avenida H Prestes 5. Te procuro como um cego 6. Eu tô ficando xarope 7. Tanta Fumaça e eu aqui no meio 8. Tempo pesado 9. Vamos para longe
10. Eu voo por aí  11. Caio 12. Enquanto caminha a Humanidade

7 jan. / 2009 - O Terno Elétrico soa veteranamente jovem!  
Não conheço cantores de rock anti estrela, isso já é um achado.
Neste primeiro CD, a poesia fragmentada do Terno Elétrico explode nas cabeças e nas avenidas h prates.
Achados poéticos dos classificados  em crônicas: "A canção da vitrola aperta / A gola da minha camisa". 
Na abertura,  o discurso é rock'n'roll.: Não tô de brincadeira ("Vi tanta igrejá, vi tanto bar")  Na sequencia, alta psicodelia em Coca Cola e Bola e Olhos de hipnose ("Nada mais é o que vejo") e Tanta fumaça e eu aqui no meio ("Quando o vento me soprou / A novidade na cara").

Terno Elétrico não canta o caos e nem vive o caos sua crise é  a vida. Encurralada em quatro paredes ou na cama acontecendo, a personagem feminina neste disco é   misteriosa. Você tem que prestar atenção se não a enxergará. Na balada cafona Te procuro como um cego eles acertam no som como recurso teatral, "Preciso de você" / "Como se fosse o sol").
A mais delirante e ardente balada que eu ouvi: "do calor dos teus beijos"

Discurso da cegueira
Misture a farsa da estrela decadente de cabaré, os versos desregrados de Cazuza mais  Rita Lee e você penetrará na poesia do Terno de cabeça: "meu bem, eu xaropei".
Temos que concordar com Célio Moraes — João Frajola é muito bom!
No final,  Enquanto caminha a humanidade, o Terno Elétrico fala da solidão inerente à lua  e atos desesperados.
O ambiente cambaleante de vigilantes,  vingadores que não se entregam, a constante perseguição,  campeões das noites varadas. "Eu no meio dos seus seios / Preparando a explosão".

12 canções de interpretações características e carismáticas num com    palavras enxutas e, inequívocas observações sociais com a moldura do humor dos anos 80.
Você   sente que está ouvindo   Secos Molhados ou Tutti-Frutti   e ainda Marciano Sodomita, Brazilian Blues Band e  João Penca e seus Miquinhos.
E vamos para longe "vamos fugir antes que caia um avião"  - ('avião' codinome ou transporte).
A fórmula simples do rock'n'roll é o suficiente para evitar as gafes e os equívocos. No som transado do Terno Elétrico, muito soul; muito Deep Purple via teclas viradas e riffs de contrabaixo. Aquela coisa visceral. A sátira esperta de quem vive na capital do poder sem papas na língua.

Terno Elétrico em sua estréia debochada está à vontade. A produção valorizou sua forma.
João Frajola não se excede; eles estão fazendo  rock'n'roll   com muitas guitarras e muitos bauretz.

Breve à venda na Berlin Discos (61) 32263106

Celso Blues Boy
Celso Blues Boy participa do novo CD da Brazilian Blues Band;
à esquerda Célio Moraes o bassman do Terno!

Articles View Hits
7619834

We have 704 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro