The Shaggs: Trá-lá-lá do Superpateta

 discos que nunca mais ouvi...

The Shaggs mais raro que a fita do Elvis e dos Beatles!
(Mário Pacheco)

Mais raro e difícil que encontrar a fita dos Elvis com os Beatles, perdida para sempre num moquifo californiano é comprar uma das cem cópias do vinil "Philosofy of the world".
O nosso inconsciente uma lixeira sem proteção contra vírus - ajudou-nos a manter o culto ao vinil das The Shaggs - e os 'recordhunters' partiram na caça deste vinil que vale 10 mil dólares!
Kurt Cobain que parece que não fazia outra coisa na vida além de ouvir e gravar discos dos Mutantes ouvia diariamente "Philosofy". Ainda não ficou claro porque quando ele esteve no Brasil pediu a empresária do Arnaldo os discos dos Mutantes em vinil...

Disco de rock no Brasil só importado
Sempre foi assim desde o início. Festa para as importadoras que desde 1958, se especializaram em preencher as lacunas.
Até hoje os mais cuidadosos integrantes de bandas brasileiras dos anos 60 guardam seus LPs e compactos em impecáveis caixas como verdadeiros tesouros.
Encontrar disco dos The Iveys, Count Five, The Fuggs, The Daily Flash, Strawberry Alarm Clock, The Left Banke, Peanut Butter Conspiracy, The Sir Douglas Quintet, Spirit, Ultimate Spinach, Orpheus, Trees, Tomorrow, The Smoke, The Eyes, Forever Amber, e The Shaggs era arduamente impossível e   por serem independentes ou por problemas legais nem foram relançados quando no início dos anos 70 muitos foram reeditados em STEREO.
Tivemos que esperar pelos anos 80 quando os selos independentes começaram a relançar e a preencher as nossas lacunas de acordo com o desempenho e o humor do mercado e sempre aproveitando a paridade do dólar/cruzado; do dólar/real...
O humor ferino de Frank Zappa andou a desandar os Beatles desde que Paul McCartney vetou a sua paródia à capa de 'Sgt. Pepper's'. 
— Só estão interessados em grana...
Em 1970, em entrevista à revista "Playboy", Frank Zappa sarcasticamente proclamou o trio feminino The Shaggs como mais importante que os Beatles.
Ao ser contratado para produzir discos de estrelas decadentes do rock, Zappa imediatamente recomendava: "esqueçam tudo que vocês sabem sobre música ou ouçam The Shaggs".
O impossível improvável era encontrar uma das cem cópias sobreviventes de "Philosofy of the world - Filosofia do mundo" . O único LP das The Shaggs que logo ao sair da prensa tiveram 900 cópias destruídas - sobrevivendo 100 cópias responsáveis pelo 'culto à banda.
Algumas cópias foram parar na WBCN-FM de Boston que regularmente tocava o disco alimentando o mito da mais estranha banda de rock do mundo...
As 12 faixas de "Philosofy" gravadas em 1969 foram produzidas e acompanhadas por Austin Wiggin Jr., pai das três irmãs Shaggs (Betty Wiggin - guitarra-ritmo e vocais/Helen Wiggin ritmo atravessado e Dorothy. (Dot) Wiggin guitarra líder - arranjos e vocais).
Sem o tino comercial de um Coronel Parker ou um Brian Epstein, Austin Wiggin que lutava para que as filhas construíssem um império musical, ficou só com 100 cópias e ainda perdeu um sinal para o selo do disco...
Durante as sessões o engenheiro de som, não se preocupava com os resultados e sim com a quantia que o pai estava gastando...
O senhor Wiggin de idealista sonhador hoje, 28 anos depois de sua morte transformou-se num verdadeiro visionário - explicando melhor,  planeja-se nos Estados Unidos um filme com a trajetória das meninas adolescentes de Fremont/New Hampshire.  Imagino quem serão as atrizes...
Em 1975, o senhor Wiggin morreu de ataque do coração. Ele que havia protelado a vida amorosa e social de suas filhas não sobreviveu o suficiente para ouvir suas filhas pela primeira vez executando a contento a música Philosofy of the world! No dia da sua partida, finalmente elas conseguiram tocar "Philosofy" do jeito próximo à perfeição.
Cinco anos depois, aconteceu a primeira reedição do álbum com uma capa retocada onde as meninas aparecem mais velhas.
Em fevereiro de 1999, a RCA Victor descobriu ser dona dos direitos das músicas e lançou em Cd. Pipocaram matérias em revistas como Rolling Stone/Record Hunter/Bizz/New Yorker/SPIN. Em novembro de 1999, as irmãs Betty e Dot alugaram duas guitarras gêmeas e aceitaram comemorar os 30 anos do grupo tocando em New York. Helen, a baterista sofrendo de depressão não participou. O título da SPIN, "The Shaggs: mais velhas e sábias e reconhecidamente não muito melhor", deixava explícito o espírito irônico que sempre acompanhou o grupo.
The Shaggs acabaram em 1973, devido às drogas que já circulavam nos corredores dos seus shows.
Acreditava-se que as fitas-master do disco haviam sido roubadas da casa das Wiggin... Mas Dot Wiggin encontrou uns 'big tapes' em cima do armário da sua casa e foram redescobertas as fitas originais com os multi-canais de gravação do álbum "Philosofy of the world".
A partir destas fitas, foram corrigidos os erros de pitch e de velocidade e restaurado uma passagem de contrabaixo, tocado pela irmã caçula, Rachel que deram novo sentido ao disco.
"Philosofy" transita entre os gozadores como capaz de matar cachorro a grito e entre os 'conoisseurs' como o caos capturado que antecede às obras-primas.

Dos pontos de vista
Os não musicólogos logo torcem as orelhas, já estes se divertem com os erros e as ralas passagens harmônicas. Se naquela época música de rádio já era jabá imagine o constrangimento que "Philosofy" causaria hoje.
— Qual filosofia do mundo? Ser Shaggs!

 

Articles View Hits
7010892

We have 521 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro