POEMAS, DESENHOS E INSTRUMENTOS LIGADOS AOS BEATLES VÃO A LEILÃO (2014)


Ilustrada

Na Inglaterra, Paul McCartney barra leilão com itens ligados a ele

21 mar. / 2014 - O ex-beatle Paul McCartney entrou na Justiça para evitar que um leilão de itens que pertenceram a ele fosse realizado. As informações são da revista britânica NME.

Segundo a publicação, os advogados do músico impediram que uma capa, um terno e um pedaço de papel com três linhas de uma música escrita por ele fossem vendidas pela casa de leilões Omega.

A empresa planejava realizar o leilão em Liverpool na quinta-feira (20).

Um porta-voz da Omega afirmou que a empresa recebeu os objetos da família de Rose Martin, ex-empregada e babá de Paul e Linda McCartney, sua primeira mulher, morta em 1998. De acordo com a família de Martin, foi a própria Linda quem doou os objetos à empregada, morta em 2013, aos 92 anos.

Após sua morte, a família havia decidido leiloar os itens.

No entanto, os advogados afirmam que Paul jamais daria suas roupas.

"Rose disse à sua família que foi Linda quem deu [os itens] a ela", disse o porta-voz. "Mas, como ambas já morreram, a história não pode ser comprovada. No final, temos que, segundo a lei, dar os itens ao seu dono real, seja ele Paul McCartney ou a família de Rose."

A capa seria leiloada por um preço inicial de R$ 57 mil. Era o item mais caro.

Leilões envolvendo objetos ligados aos Beatles são cada vez mais comuns. Nesta semana, por exemplo, instrumentos e poemas associados aos rapazes de Liverpool foram à venda.


Poemas, desenhos e instrumentos ligados aos Beatles vão a leilão

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

17 mar. / 2014 - Dezenas de manuscritos e desenhos originais de John Lennon publicados em dois livros do ex-Beatle serão leiloados no dia 4 de junho, em Nova York, anunciou nesta segunda-feira (17) a casa de leilões Sotheby's.

"Incluindo 89 lotes que vão de US$ 500 a US$ 70 mil (de R$ 1.174 a R$ 164 mil), esta é a maior coleção particular de trabalhos de John Lennon que sai ao mercado", afirmou a casa em um comunicado.

Estes desenhos e manuscritos foram criados para duas publicações assinadas por Lennon, In his Own Write, de 1964, primeiro projeto solo realizado por um membro dos Beatles, e A Spaniard in the Works, de 1965.

Os objetos são propriedade do editor Tom Maschler, que havia levado adiante o projeto destas duas obras para a editora Jonathan Cape.

Entre os lotes mais importantes encontram-se um manuscrito de nove páginas intitulado The Singularge Experience of Miss Anne Duffield, paródia de Sherlock Holmes avaliada entre US$ 50 mil e US$ 70 mil (cerca de R$ 117,4 mil e R$ 164 mil).

O original do poema The Fat Budgie, no qual John Lennon apresenta sua arte do absurdo, foi estimado pela Sotheby's entre US$ 25 mil e US$ 35 mil (R$ 58,7 mil e R$ 82,1 mil).

Outros objetos de destaque são um guia satírico de Liverpool e o desenho de um jovem e seis pássaros que serviu de capa ao single "Free as a Bird" dos Beatles, ambos avaliados entre US$ 12 mil e US$ 15 mil (R$ 28,1 mil e R$ 35,2 mil).

O leilão coincide com o 50º aniversário da publicação de In his Own Write e com a primeira apresentação dos Beatles nos Estados Unidos.


Julien's Auctions/Reuters

Obra de John Lennon, Shroud of Tourin, de 1966, que vai a leilão na casa Julien's

Guitarra de Harrison

Uma guitarra elétrica usada por George Harrison na televisão britânica, antes da "invasão" dos Beatles nos Estados Unidos, também vai a leilão em breve, junto com uma capa de álbum rara assinada pelo quarteto, ambos na casa de leilões Julien's Auction.

A guitarra elétrica preta e branca Rickenbacker 425, de 1962, deverá render entre US$ 400 mil e US$ 600 mil (R$ 938,9 mil e R$ 1,4 milhões) em leilão nos dias 16 e 17 de maio, no Hard Rock Cafe, em Nova York.

Harrison, que morreu aos 58 anos em 2001, tocou a guitarra em 1963, em aparições nos programas da TV britânica Ready Steady Go! e Thank Your Lucky Stars, meses antes de o grupo estourar nos Estados Unidos com uma série de apresentações no The Ed Sullivan Show em fevereiro de 1964.

Julien's Auctions/Reuters

 

A guitarra preta e branca de George Harrison, que vai a leilão na casa Julien

O guitarrista comprou o instrumento em 1963, em Mount Vernon, Illinois, durante uma viagem para visitar sua irmã, de acordo com a casa de leilões de Beverly Hills, Califórnia.

Pintada em branco e preto pelo músico, para combinar com a guitarra Rickenbacker de John Lennon, o instrumento de Harrison também foi usado durante as sessões em que a banda gravou "I Want to Hold Your Hand " e "This Boy", em outubro de 1963.

Também à venda está uma cópia do álbum Beatles '65, assinado por Lennon, Harrison, Paul McCartney e Ringo Starr. O álbum deve conseguir entre US$ 200 mil e US$ 300 mil (R$ 469,4 mil e R$ 703,9 mil), por ser assinado pelos quatro membros do grupo.

Um baixo Hofner, usado por McCartney em meados de 1960, deve conseguir entre US$ 30 mil e US$ 50 mil (R$ 70 mil e R$ 117 mil), enquanto uma capa assinada pelo grupo do álbum 1963 Please Please Me deve conseguir entre US$ 40 mil e US$ 50 mil (R$ 93,8 mil e R$ 117 mil).

Uma obra de arte original de Lennon chamada Santo Sudário deve ser vendida por US$ 20 mil e US$ 30 mil (R$ 46,9 e R$ 70 mil).

 

 

Articles View Hits
7823872

We have 622 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro