Em defesa do legado de Lennon (2002)

2004

Paul McCartney encabeça lista dos mais ricos
Londres - A fortuna de Paul McCartney é maior do que a de Elton John, Mick Jagger e Madonna, de acordo com nova lista dos mais ricos da Inglaterra. McCartney, de 61 anos, acumula 725 milhões de libras (cerca de US$ 1,3 bilhão). Outra grande fortuna é do ator Sean Connery, de 73 anos, o original James Bond do cinema, estimada em 66 milhões de libras - à frente do comediante Rowan Atkinson e do ator vencedor do Oscar, Anthony Hopkins. A grande surpresa foi o nome da comediante Tracey Ullman, que acumula uma renda de 45 milhões de libras. (Reuters - O Estado de S. Paulo, 6 mar. / 2004)

2003
Chega ao mercado nova versão de CD dos Beatles
Londres - Após três décadas, finalmente Paul McCartney conseguiu relançar Let it Be... Naked, uma versão mais roqueira, sem orquestrações nem coros, que remete às origens dos Beatles. O CD chega hoje ao mercado pela gravadora EMI, com 11 canções gravadas em 1969 e outro CD com 23 minutos do grupo falando e tocando num ensaio. (EFE).
O Estado de S. Paulo, 17 nov. / 2003

McCartney é acusado de agressão
Londres - A Scotland Yard está investigando um suposto ataque do ex-Beatle Paul McCartney e de seus acompanhantes ao fotógrafo Kevin Wheal, do jornal inglês Evening Standard, anteontem. O cantor estava às margens do Rio Tâmisa, visitando o mágico David Blaine, que está suspenso em uma gaiola de vidro com o objetivo de bater um recorde: ficar 44 dias sem comer. Segundo Wheal, McCartney o teria agredido e insultado quando tentava tirar uma foto. Durante o ocorrido, Paul também teria despedido, aos berros, seu assessor de imprensa, Geoff Baker. O ex-Beatle nega o acontecido e, sobre a demissão do assessor, afirma que tudo não passou de uma brincadeira. (Reuters e DPA - O Estado de S. Paulo, 20 set. / 2003)

2002

Prêmios em defesa da paz

O secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Anan, entregou anteontem os prêmios de Liderança Global 2002 a Paul McCartney, sua mulher, Heather Mills, Mohamed Ali e Michael Bloomberg, prefeito de NOva York. A premiação foi em reconhecimento ao esforço d ecada um em defesa da paz e à participação deles em causas humanitárias.
O Globo, Pessoas por Cesar Tartaglia e Tania Neves - 28 set. / 2002

Em defesa do legado de Lennon 

Depositária da memorabilia de John Lennon e ferrenha guardiã de sua memória, a viúva do ex-beatle, Yoko Ono está chamando às falas na Justiça de Nova York o fotógrafo Frederic Seaman. Ela o acusa de ter se apropriado indevidamente de imagens do dia-a-dia do  casal e de diversos objetos pessoais para vendê-los a colecionadores. Yoko Ono já havia processado Seaman por ter roubado diários de Lennon. Agora ela quer de volta os originais de 374 fotos do marido e uma indenização de US$ 75 mil por conta do que ele ganhou com a venda de manuscritos do roqueiro.

O Globo, Pessoas por Cesar Tartaglia e Tania Neves - 24 set. / 2002

Yoko briga na Justiça por carta de Lennon

O Tribunal Federal de Manhattan, em Nova York, examinou hoje a ação que a cantora e artista plástica Yoko Ono move contra Fred Seaman, ex-assistente de John Lennon, o Beatle assassinado em 1980. Seaman teria roubado uma carta escrita por Lennon em 1970, logo depois da dissolução dos Beatles. Com seis páginas manuscritas, a carta é dirigida a Paul McCartney e mostra como era ruim o relacionamento dos dois Beatles. Lennon queixa-se de que Paul e sua mulher, Linda, tratavam mal Yoko Ono, com quem se casara em 1969: "Espero que vocês se deem conta dos problemas que criaram, para mim e Yoko", escreveu. "Vocês podiam ao menos ter sido mais sutis".

O Estado de S. Paulo - 23 set. / 2002 

 Intimidade de Lennon no tribunal

Nova York - Um julgamento marcado par adaqui uma semana em Nova York poderá revelar novos aspectos dos últimos anos da vida ínitma de John Lennon, incluindo detalhes sobre sua tensa relação com PauMcCartney. O julgamento ocorre depois de uma ação movida por Yoko Ono, viúva de Lennon, contra FRederic Seaman, ex-auxiliar pessoal do múaico, acusado de roubo e venda de 374 fotos da família e de cartas manuscritas por Lennon. Algumas fotografias já foram incluídas em um livro publicado por Seaman, Os Últimos Dias de John Lennon. Já entre as cartas, há uma que o ex-Beatle mandou para McCartney e Linda reclamando da falta de apoio do casal à sua relação com Yoko Ono (EFE).
O Estado de S. Paulo - 17 set. / 2002 

Leilão do manuscrito de "Hey Jude" brecado na Justiça(2002)

Paul McCartney evitou na Justiça que fosse torrada num leilão uma das mais cobiçadas peças da memorabilia dos Beatles. A Christie's havia anunciado em seu pregão de ontem o manuscrito de "Hey Jude", que ele escreveu para consolar o então pequeno Julian, quando seu pai e parceiro de Paul, John Lennon, estava se divorciando da primeira mulher, Cynthia. O músico alegou que o papel sumira de sua casa e, portanto, ainda lhe pertence. Se fosse ao martelo, a preciosidade não custaria menos que o equivalente a US$ 116 mil.

O Globo, Pessoas por Cesar Tartaglia e Tania Neves - 30 abr. / 2002

 

2001
Paul McCartney admite ter tido trauma após separação dos Beatles

 
Paul achou que sua carreira estava no fim

30 abr. / 2001 - Paul McCartney revelou que a tensão causada pela separação dos Beatles o deixou à beira de um colapso nervoso.

Ele afirmou num documentário de TV que não conseguiu sair da cama durante dias e que achou que a sua carreira estava terminada.

O documentário Wingspan, de duas horas, inclue filmes caseiros inéditos feitos por Linda McCartney e será exibido no dia 12 de maio pelo canal aberto britânico Channel 4.

"Quando os Beatles terminaram, no final dos anos 60, foi um grande choque para mim. Na minha cabeça, eu tinha perdido um dos melhores empregos do mundo", disse McCartney.

'Pirada'

"Comecei a passar as noites acordado, e de dia ficava na cama -- não via razão para sair dela."

Paul diz que ajuda de Linda foi fundamental

"Parei de fazer a barba. Comecei a beber uísque e dei uma pirada por algumas semanas. Pensando bem, acho que estive próximo a um colapso nervoso."

Wingspan mostra como os McCartneys foram buscar conforto numa fazenda em Kintyre, uma região da Escócia.

"Eu tinha que sair de Londres e ir para o meio das montanhas -- apenas para passear, respirar ar puro e me distanciar deste trauma."

Wingspan conta a história da luta dos McCartneys para criar a jovem família e ao mesmo tempo levar adiante uma carreira na música com o grupo Wings.

"Tive que decidir entre a carreira na música e em tentar um outro emprego" disse McCartney.

Projeto de Linda

O documentário era um dos projetos de Linda no seu último ano de vida. Ela morreu de câncer de mama em 1998.

"Descobri que gostava demais de música para parar de fazê-la. Mas difícil mesmo foi tentar seguir os passos dos Beatles."

"Quando estava desesperado, Linda estava lá dando uma força e dizendo 'OK, você está certo'. Ela me ajudou a enfrentar a situação. Me levava para passear ou para andar a cavalo."

Foi em Kintyre que Paul decidiu montar os Wings.

Ele conta que compôs o seu maior sucesso "Mull of Kintyre" como forma de agradecer à Escócia.

"Fiquei surpreso com o sucesso da música", disse ele.

Wingspan é também o título de um coletânea dos Wings - com 40 músicas - que será lançada no dia 7 de maio.

 

Articles View Hits
6821045

We have 881 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro