FOTO RARA DOS BASTIDORES DO LIVE AID FESTIVAL, 1985

BASTIDORES

Histórias folclóricas do livro de Ron Wood
(Jamari França - O Globo Online)

28 nov. / 2007 - Keith, Charlie Watts e Ron estavam em Nova York numa suíte do Plaza Hotel quando apareceram John Lennon e Yoko Ono, ela com um trabalho de tricô na mão. Todos sentaram e John disse para ela: "Idiota, continue seu tricô". Yoko foi para um canto, sentou-se e começou a tricotar, enquanto John esfregava as mãos e perguntava: "Qual a droga do dia?". Era heroína.

Ron conta que foi ele quem teve um caso com a primeira dama canadense Margaret Trudeau quando os Stones foram ao Canadá em 1976 fazer apresentações beneficentes por ordem judicial porque Keith tinha sido apanhado com drogas e fizera um acordo. Na época, falava-se que tinha sido Mick: "Nós dois sabíamos que era algo sem futuro, mas partilhamos de algo muito especial naquele curto período de tempo". Na época foi um escândalo, porque ela ficou direto com os Stones, mas seu marido muito bonzinho emitiu comunicado dizendo que as atividades de sua mulher não eram da conta de ninguém.

Ron é fã roxo dos irmãos Marx. Um dia foi levado à casa de Groucho por Ahmet Ertegun, presidente da Atlantic Records. O próprio Groucho abriu a porta, olhou para ele e disse: "Este é o corte de cabelo mais idiota que eu já vi. Você é um homem ou uma galinha?". Ahmet o apresentou e Groucho disse: "Eu sei, eu vi todos os filmes dele". E Ahmet: "Mas Groucho, ele é músico". E Groucho: "Eu sei, tenho todos os discos dele. Mas qual é o nome dele mesmo?". Lá dentro, Groucho mostrou para Ron sua enfermeira jovem e linda. "O que você acha dela?", perguntou, e Ron disse que ela era maravilhosa. "Eu daria todo o meu dinheiro por uma única ereção", lamentou Groucho.

Wood conheceu Bob Dylan numa festa em 1974 e os dois ficaram amigos. Eles estavam conversando quando chegou Peter Grant e anunciou: "Oi, eu sou o empresário do Led Zeppelin". Dylan olhou para ele e disparou: "Ei, eu não te alugo com meus problemas", e continuou falando com Ron. Em 1985, Dylan ligou para Ron e perguntou se não queria fazer um show com ele. Ron foi ao encontro de Dylan, começaram a ensaiar e ele resolveu ligar para Keith. "Estou aqui com Dylan e ele quer que a gente toque com ele", disse Ron. "Vai se f**", respondeu Keith. Ron disse a Dylan que ele não vinha e recomeçaram a ensaiar. Duas horas depois batem na porta e era Keith. "Qual é? O que vocês querem?". Ensaiaram e no dia seguinte Dylan disse que o show era na Filadélfia, a três horas de viagem. Keith resmungou: "espero que valha a pena". Era o Live Aid.
Quando as lendas vivas se encontram!

keith_Jack_and_dylan.jpg

Keith Richard bate um papo amigável com Jack Nicholson e Bob Dylan.  

Provavelmente a quarta pessoa que está apertando a mão de Jack Nicholson é Ronnie Wood. Esta foto foi tirada nos bastidores do concerto beneficiente Live Aid acontecido em julho de 1985. 
 

Lembranças de Mil novecentos e oitenta e cinco
(Mário Pazcheco)

22 jan. a 22 fev.
Carlos Vergara organiza individual no Brazilian Centre Gallery, em Londres, onde expõe pinturas em grandes formatos. É co-diretor, com Belisário França e Piero Mancini, do vídeo "Carlos Vergara: uma pintura", que integra a Série RioArte Vídeo / Arte Contemporânea.
24 jan.
"Eu não posso precisar nem o mês nem qual das passeatas foi filmada, não me lembro. Glauber queria fazer um filme sobre aquele momento, mas ainda não tinha um projeto ficcional, fizemos apenas um registro documental. A repressão política e a falta de liberdade de expressão impediram a continuidade do projeto. Em fins de 1969, Glauber e eu saímos do país". (Affonso Beato).
Fevereiro
"Tudo corria velozmente e em fevereiro de 1985 entramos no estúdio para gravar o nosso quinto disco. Com a entrada do Pappo, o som ficou mais pesado, e como ele é um soberbo guitarrista o som ficou como sempre sonháramos. Mas nosso sangue de roqueiro nos empurrava para o lado oposto do que se supõe que era o rock comercial do momento. Mais uma vez dissemos foda-se e em três dias gravamos três temas Robot, Olho animal e Mulher fácil. O quarto tema gravado Deus devorador, foi composto e gravado no terceiro dia no estúdio e feito em um take". (Rolando Castello Jr.).
Março
Dois anos depois, voltando do Rio de Janeiro, para fazer o show de lançamento do primeiro disco, no espetáculo Verão Cultural, onde dividia as apresentações com Cyda Moreira; Renato Russo foi o terceiro a chegar ao seu show, o primeiro fora o porteiro. A camiseta branca e sempre o casaco amarelo, arredio, incrivelmente branco como um fantasma notívago.
22 abr.
Sarney assume a presidência.
6 jun.
"Para mim, foi um semestre de agonia na espera que o anioso show 'Instrumental 85' chegasse à Capital Federal. Com lotação esgotada nos três dias e ainda a participação de músicos indianos num duelo de violão e... Nos camarins era impossível se aproximar para uma conversa, o ponto crítico do espetáculo era o bizz. A estrutura e a seqüência das músicas não mudaram; o que mudou foi à interpretação de total rendenção dos músicos ao musical caminhando na direção do belo horizonte, que eu tive a felicidade de testemunhar. Vínhamos acompanhando a turnê via tijolinhos nos jornais de outras capitais. Foi uma experiência familiar uma vez que levei minha irmã e namorada ao show. Uma experiência marcante que de alguma forma não permitiu expandir o rasgão ainda maior na alma com a triste partida de Marco Antônio Araújo". (Mário Pacheco).
Agosto
21 a 28 ago.
Cine Brasília. Mostra Glauber por Glauber o fato cinematográfico do ano. No quarto aniversário da morte de Glauber Rocha, na abertura de sua retrospectiva mais completa, o presidente Sarney discursa em sua memória.
É fundado por dona Lúcia Rocha, o Tempo Glauber que vem estimulando a realização de estudos, teses e livros sobre a obra de Glauber Rocha e o Cinema Novo. Também vem produzindo mostras, vídeos, exposições e investindo na formação de profissionais.
23 set.
Sarney, na abertura da Assembléia Geral da ONU, repete frase de Tancredo: "O Brasil não pagará a dívida externa com a fome do povo".
Outubro
John Cage na 18ª Bienal de São Paulo.
6 out.
Domingo. Cage e Augusto de Campos se apresentaram no auditório do Museu de Arte Contemporânea, um encontro idealizado pela meio-soprano Ana Maria Kieffer (curadora do setor de música da Bienal) e pelo tenor alemão Theophil Maier com auxílio de Caio Giarca nos meios visuais. Além da apresentação do "Cage Campos", aconteceu também o "happening Cage" uma mostra sonora das obras do compositor realizadas por vários grupos musicais, num total de 50 músicos espalhados pela Bienal e executadas por justaposição, dando oportunidade ao ouvinte de apreciá-las individualmente ou acopladas a outras.
6 nov.
McCartney acusa Lennon: ‘Era um porco intrigante’

Música
Bobby Geldof consegue reunir o Status Quo de novo, para tocar no Live Aid o que eles fizeram com grande alegria. A recepção à banda foi magnífica, e a volta era inevitável... Contudo, Rossi e Lancaster não concordavam com mais nada, musicalmente falando. Parfitt tomou o partido de Rossi e Alan saiu da banda.
Michael Jackson compra o catálogo dos Beatles, por US$ 47 milhões. Ele deu um lance maior do que o próprio Paul McCartney, que nunca perdoou a traição.
John Fogerty seu álbum solo "Centerfield" é primeiro lugar na parada dos Estados Unidos.
Final do ano
Ronnie Cord é internado com cancêr no pulmão.

Artes
Pedro Escoteguy participa da retrospectiva Opinião 65, na Galeria de Arte do Banerj/RJ, com Estória e O Circo. Participa da mostra Caligrafias e Escrituras, promovida pelo MinC/Funarte, na Galeria Sergio Milliet e Espaço Alternativo.

Literatura
Dez anos depois Robert Crumb voltaria às paginas de uma revista brasileira, nas cinco edições da revista 'Porrada' (com excelente textos do ligado Franco de Rosa) Crumb era o carro chefe com seus clássicos quadrinhos...
"Atrapalho no trabalho”, reúne os dois livros de John Lennon, “In his own write” e “A Spaniard in the works” transcriados para o português pelo poeta Paulo Leminski que adaptou a viagem e os trocadilhos lisérgicos à realidade brasileira, o mestre com certeza aprovaria. Não afeitos à esta viagem podem ler no original uma vez que a edição é bilíngüe. Na página inicial, Leminski diz não ter traduzido e sim transcriados os livros. Você pode encontrar uma cópia na banca do Sebo itinerante que acompanha os festivais alternativos pelo Brasil. Cu$ta un$ 35 reai$. Editora: Brasiliense Págs: 236.
É editado "O Século do Cinema" de Glauber Rocha. Editora Alhambra. Rio, 1985.
"Acid Dreams: The Complete Social History of LSD". Martin A. Lee & Bruce Shlain, Grove Press, New York.
Porém, os casos ligados ao LSD aumentaram continuamente, chegando a 517 nos últimos seis meses de 1985, último período sobre o qual foram divulgados números. As autoridades do INAD acham que essas cifras representam uma fração mínima do consumo atual de LSD no país. Não se dispõe de números para comparar a popularidade da droga nos anos 60 com a de agora, porque o LSD foi reunido com várias outras drogas para uma análise estatística desse período.
Jerry Garcia é preso por porte de cocaína e heroína, ele é sentenciado a cumprir uma temporada numa clínica de reabilitação.

Filmes
"The Look", (Andy Warhol actor).
"It's all true". Foi considerado um filme perdido, até que, em 1985, os negativos de 'Quatro homens e uma jangada' foram descobertos num depósito da Paramount e cuidadosamente recuperados graças à colaboração de instituições de diversos países.
Com a ajuda de Richard Wilson, remanescente da equipe original de Orson Welles, o filme foi montado do modo mais próximo possível às intenções do diretor.
"Céu em transe" (Ricardo Favilla). Aos 18 anos registrou o funeral de Glauber em sua câmera Super-8. Durante a exibição em 1985, na competição de filmes em Super-8, no Festival de Gramado: "Algumas pessoas ligadas ao Glauber souberam da projeção e quiseram apreendê-lo. Tiramos o curta de lá às pressas. Ele nunca mais foi exibido", conta Ricardo Favilla.


Obituários
Julian Beck (1923-1985).
Marc Chagall (1887, Vitebsk, Rússia - 1985, Saint-Paul-de-Vence, França).
Janeiro
Morre músico Anton Karas
10 out.
Orson Welles morre de ataque cardíaco, tinha 70 anos.
12 dez.
Ian Stewart, roadie and pianist with the Stones from very beginning, has been suffering from acute respiratory problems for several days and is visiting a specialist in a West London clinic when he dies of a massive heart attack. He was 47. Stewart was the only person in their entourage who had remained unaffected by the wealth and fame. He still herded them on stage by yelling, "Come on, my little shower of shit. You're on!".

Articles View Hits
8447538

We have 405 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro