Delirante limbo Do Próprio Bol$o

 

No início, a expressão "Do Próprio Bol$o" era meio satirizada por grupos desorganizados. Poucos sacaram que era uma corruptela de "Do it yourself", mas eu não tinha a vocação de fazer seguidores e sim perseguidores... As coisas mudaram e lentamente e aos poucos, músicos, grafiteiros e escritores foram idenficando-se e agregando-se: - Ah! Eu entendi... - Nós também somos. Não se sabe dos males, o menor, produzir do próprio bol$o tornou-se uma constante na produção independente.

Do Próprio Bol$o teve seus litígios, imbróglios, perseguições, boicotes e embates. A moldura do sítio foi desdentada por ataques do Ecad e de hackers que não tinham o que fazer. Propositalmente é muito difícil matar uma ideia, às vezes nem a morte tem a capacidade de superar a existência. 
Quando você procura exposição torna-se alvo fácil de questionamentos incapazes de prevalecer. A ideia será ser dilacerante e delirante. Cem bulas e fórmulas. Sem propósitos apenas vagar, e ser quase satélite anônimo de informações.

Levará ainda muitos anos para conseguirmos "subir" todos os textos, ideias e fotos. Nalgumas páginas no Facebook já plantamos as informações.

caminhao

Eternamente na base do vai ou racha: o rock vai rolar (rolando rock desde 10 de abril de 1982! Trinta e três anos de contrações)

Desde 2012, constantemente trabalho na edição dos meus livros. Temos realizados eventos desde 2007, isto também exige suprema dedicação. Nossas produções chegam a reunir 150 cabeças para curtirem até sete bandas.  Ando fascinado pelo imediatismo do Facebook. Tudo contribuiu para minar a grade diária do sítio. Algumas vezes falta acesso ao sítio. Falta scanner e tempo e oportunidade. Porém, há 33 anos anos a única certeza: soltar uma edição claramente delirante e emocional custe o que custar.  

 

tempo

 

Articles View Hits
7098217

We have 357 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro