Festival República Blues: Coquetel

Teatro do Guará

Coquetel: Festival República Blues

Show: Taryn (voz) e Cláudio Infante (bateria) - convidados Gleisson Chaves, guitarra; Marçal, teclados e Marcelo Ponce, contrabaixo.

Realização: Brasília Clube do Blues (10 anos!)

Reencontrando a origem dos blues no canto selvagem de Janis Joplin

Imagine o canto silvestre de um pássaro no alto de uma árvore  e numa certa manhã este pássaro não apareceu mais seu nome fênix...
 
13 out. / 2011 - Não vamos caracterizar como uma extravagante Jam e sim uma exibição dosada de talentos ora, a exuberância vocal de Taryn regendo os caminhos até os píncaros, ora a banda de apoio mergulhada na sua própria encruzilhada exibindo com brio alguns solos de piano ou de guitarra.

Perfis

Um trio adepto do acid rock mais próximo à originalidade exuberante e ácida das apresentações exaustivas  de Janis Joplin e Taryn, a interpréte preservando seu lado profissional e emocional sem se arriscar digamos ‘mantendo os pés no chão’ -  não é a receita perfeita de uma explosão...

No fiel do balanço estava a bateria  de Cláudio Infante, trazendo ao palco arranjos de bateria o mais próximo  (que eu já ouvi) dos discos da homenageada.

Foram bons momentos como o rock, Mover Over e um  momento desafiador e deslocado na reconstrução de Summertime ( até os clássicos sofrem). Um exuberante solo de piano bar em Turtle Blues,   fez o copo tremer...

Taryn em Kosmic Blues citou a história pessoal das interpretações de Janis Joplin desde a influência de Billy Holiday até as associações nas entrelinhas destas canções que tragicamente marcaram a vida de Janis Joplin. No fim, um balanço contido de Rock and Roll do Led Zeppelin encerrou a apresentação... Ela estaria guardando energias para amanhã...?

Foi um encontro de blues com a chama da arte ao vivo – sempre um desafio.

por: Mário Pacheco

 

Flagrantes
Fotos:
Antonio Júnior

Ricardo

Sempre vinil! Sempre viril!
Ricardo 'Retz', o capitão-faz-tudo do "Museu da Música" discoteca na base do vinil: Rolling Stones, Ten Years After e Chuck Berry...
Para os cultores, um prato cheio de blues e rock'n'roll e som na guitarra. Além de várias pérolas praticamentes desconhecidas...

arquivos doprópriobo$o
Tudo pronto para o rock
O produtor Ricardo Retz volta com sucesso

Virgilio

Léo Saraiva, Célio de Moraes, Mário e Virgílio Pacheco ontem no coquetel do Festival República Blues

Ontem: Célio sai para o show do trio Creamy no Velvet Pub. Na 102 Norte.

Hoje. 14 de outubro de 2011, é o décimo-oitavo aniversário do Virgílio Stefanin Pacheco que é o meu filho do meio e guitarrista do Curse Of Flames.
Como a a maioria da sua faixa etária, nesta manhã, ele se apresentou ao serviço militar obrigatório pela segunda vez...
Rotineiramente, Curse Of Flames  realizou o seu ensaio das sextas-feiras...

 

 

 

Articles View Hits
7619916

We have 771 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro