JOY DIVISION: MORREU ANNIK HONORÉ, AMANTE DE IAN CURTIS (2014)

"Sempre esperei que Natalie", a filha de Ian Curtis, "tocasse à campainha de minha casa ... Adoraria contar-lhe a minha versão", disse Annik numa entrevista.

Joy Division: Morreu Annik Honoré, amante de Ian Curtis

 

 

  4 jul. / 2014 - Aos 56 anos faleceu ontem, 3 de julho, vítima de doença grave Annik Honoré, jornalista belga que foi amante de Ian Curtis, falecido vocalista de Joy Division. Depois de um longo histórico de doenças, Annik, que vivia na Bélgica, deixa dois filhos. A notícia foi dada pelo site francês Libération.

   Annik conheceu Curtis no final de um concerto de Joy Division em 1979, altura em que trabalhava na Embaixada da Bélgica em Londres, e manteve um caso com o músico até à sua morte em 1980. Curtis era casado com Deborah Curtis, com quem teve uma filha, Natalie, no mesmo ano em que conheceu a jornalista belga. Annik Honoré foi um importante marco na história de Joy Division: o mais conhecido tema da banda, «Love Will Tear Us Apart», terá sido escrito para a amante do vocalista.

   Ian Curtis cometeu suicídio em 1980 na sua casa em Macclesfield, Manchester, por motivos que estariam relacionados com a sua doença (epilepsia) e com os seus problemas pessoais, entre os quais as suas conturbadas relações com Deborah e Annik, sendo a última frequentemente tomada como «culpada» pela morte do músico britânico, especialmente depois da publicação do livro Touching From A Distance, escrito por Deborah Curtis. A jornalista belga em entrevista célebre concedida logo após o lançamento do longa-metragem Control, declarou:

   "Era um relacionamento platônico e muito infantil. Não era sexual, ele estava sob medicações, o que resultava em algo não-físico. As pessoas podem dizer o que quiserem, mas eu sou a única que ainda tem as cartas dele.".

Articles View Hits
7101393

We have 616 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro